Apucarana

Morte de apucaranense vítima de atropelamento gera comoção na internet

Anderson Colacino, de 40 anos, foi atingido por um Monza na noite de sexta-feira (8); motorista fugiu do local

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Anderson Colacino, de 41 anos, deixa esposa e dois filhos
fonte: (foto: reprodução/facebook)
Anderson Colacino, de 41 anos, deixa esposa e dois filhos

A morte do apucaranense Anderson Colacino, de 40 anos, em Apucarana, norte do Paraná, gerou muitas lamentações na internet. O morador do Distrito do Pirapó morreu após ser atropelado na noite de sexta-feira (8), por volta das 20 horas na Rua Marcílio Dias, na Vila Shangri-la, próximo ao Colégio Agrícola Manoel Ribas. O autor do atropelamento fugiu do local sem prestar socorro a vítima. A Polícia Civil segue a procura do motorista. 

continua após publicidade

"Que deus te receba de braços abertos. Isso é inacreditável. Você era uma pessoa incrível, deixará saudades", escreveu uma internauta.

"Coitado. Trabalhava com ele no Pirapó. Uma excelente pessoa! Que Deus conforte o coração de todos da família", escreveu uma usuária do Facebook.

continua após publicidade

"Meus sentimentos a todos da família. Que notícia triste! Só Deus para confortar os corações uma hora dessa! Misericórdia!", disse outra internauta.

"Um pai de família ser morto por um irresponsável que nem se quer prestou socorro", escreveu outro usuário do Facebook.

Colacino deixa esposa e dois filhos. O corpo é velado na Capela Central e o sepultamento será neste sábado (9) às 17h30 no Cemitério Cristo Rei.

continua após publicidade

O ACIDENTE

Segundo informações coletadas no local do acidente, a vítima era o motorista de um Fiat Palio. Após estacionar o carro em frente a casa do sogro, ele tirou o filho do banco traseiro e deixou a porta aberta. Quando retornou para fechar a porta, foi atingido por um Monza azul. A esposa da vítima também estava no carro e presenciou o acidente. 

O corpo chegou a ser arrastado e arremessado pelo Monza por aproximadamente 30 metros de distância onde se iniciou o acidente. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, contudo, Colacino não resistiu e morreu no local do acidente. 

O motorista responsável pelo atropelamento fugiu do local. Investigações serão feitas pela Polícia Civil de Apucarana para a identificação do condutor responsável pelo atropelamento.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News