Apucarana

Moradores de Apucarana morrem após confronto em outro estado

Três homens acusados de praticar roubos a instituições financeiras e estabelecimentos comerciais morreram em confronto com a polícia sergipana

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Moradores de Apucarana morrem após confronto em outro estado
fonte: SSP-SE

Três homens acusados de praticar roubos a instituições financeiras e estabelecimentos comerciais morreram em confronto com a polícia sergipana, durante uma operação deflagrada no município de Japaratuba, no leste do estado. A informação foi divulgada pela Secretaria da Segurança Pública de Sergipe (SSP-SE) neste sábado (4).

continua após publicidade

Os suspeitos foram identificados como Rinaldo Zamperllini, 53, e Antônio Marcos Fernandes, 47, que eram moradores de Apucarana, no norte do Paraná; e Marcos dos Santos Lima, 42, natural de Feira de Santana (BA).

A abordagem do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) aconteceu na noite de sexta-feira (4) na zona rural do município sergipano.

continua após publicidade

“Os indivíduos estavam em um veículo Gol que estava trafegando por uma rodovia estadual quando foram interceptados pelas equipes policiais. No momento da abordagem, os indivíduos efetuaram disparos contra os policiais, tendo ocorrido o revide”, descreveu a SSP.

Os acusados já vinham sendo investigados pela Delegacia Regional de Estância e pelo Cope por crimes contra o patrimônio no estado no mês de dezembro de 2021. Segundo a polícia, eles praticaram crimes contra um supermercado de Estância e uma casa lotérica em Nossa Senhora do Socorro, nos dias 06 e 08 de dezembro de 2021, respectivamente.

O grupo cometeu outro crime no município de Itaberaba (BA), no dia 12 de dezembro de 2021, ainda de acordo com a SSP. A pasta afirma que eles eram especializados em arrombamentos de cofres dos estabelecimentos e costumavam restringir a liberdade de vigilantes e transeuntes para consumar os crimes.

continua após publicidade

“Os investigados possuem extensa ficha criminal em seus estados de origem, onde respondiam a processos criminais por roubo majorado; receptação; tráfico de entorpecentes; furto qualificado; organização criminosa, entre outros delitos”, cita a Secretaria.

Na operação  foram apreendidos o veículo, duas espingardas calibre 12, uma pistola e itens utilizados para o arrombamento dos cofres.

Conforme a SSP, as investigações continuam a fim de comprovar a participação do grupo em outras ações criminosas.

continua após publicidade

Rinaldo Zamperllini era conhecido como “Tika” e Antônio Marcos Fernandes como “Batata. Os dois possuem familiares em Apucarana. 

Com informações, Folha de Sergipe   

Moradores de Apucarana morrem após confronto em outro estado fonte: Silvia Vilarinho


Tags relacionadas: #Apucarana #confronto #Sergipe