Marido agride esposa gestante e ainda derruba filha de um ano durante briga em Apucarana - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

    Apucarana

    Marido agride esposa gestante e ainda derruba filha de um ano durante briga em Apucarana

    Foto por ILUSTRAÇÃO
    Escrito por Da Redação
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    Um homem de 28 anos foi preso por violência doméstica em Apucarana no Jardim Ponta Grossa,  após agredir a esposa gestante e provocar a queda da filha de apenas um ano e quatro meses, que sofreu um hematoma na cabeça. A Polícia Militar (PM) foi chamada por volta das 21h55 de sexta-feira (3).

    A vítima, que está grávida de sete meses, disse que o marido passou a tarde bebendo e chegou na casa deles, na Rua Ibaté, muito alterado realizando diversas ofensas. O homem, ainda empurrou a gestante que caiu no chão, machucando o joelho esquerdo.

    O padrasto da vítima, que estava com a filha do casal no colo, tentou interferir na briga, porém, ele também foi empurrado e a criança caiu no chão, causando um hematoma na cabeça. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, Samu foi chamado e a menina foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento, UPA. A avó foi com a neta.

    O homem foi preso e levado para a 17ª Subdivisão Policial de Apucarana. Na delegacia, segundo a PM, a gestante relatou que estava sentindo dores na lateral esquerda da barrida devido a queda.


    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Como reestruturar e garantir a sobrevivência do meu negócio?

    Deixe seu comentário sobre: "Marido agride esposa gestante e ainda derruba filha de um ano durante briga em Apucarana"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.