Apucarana

Lar São Vicente de Paulo tem novo surto de Covid-19

Setenta e quatro pessoas testaram positivo para a doença, sendo 70 internos e 4 funcionários

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Lar São Vicente de Paulo tem novo surto de Covid-19
fonte: Cindy Santos

O Lar São Vicente de Paulo, de Apucarana, confirmou nesta sexta-feira (4) que 70 internos e 4 colaboradores testaram positivo para Covid-19. A informação foi divulgada pela Autarquia Municipal de Saúde (AMS) que também confirmou a morte de um idoso com comorbidades, que apresentou quadro grave da doença e estava internado no Hospital da Providência. O nome do paciente, que é de Cambira, não foi divulgado. Outra interna do lar, uma mulher de 81 anos, também positivada, precisou ser hospitalizada na madrugada desta sexta-feira (4), após apresentar febre e sintomas gripais. Os demais asilados positivados apresentam sintomas leves bem como os colaboradores infectados. 

continua após publicidade

Conforme o presidente do lar, Alexandre Flores, a coleta dos materiais para exames foi realizada na quarta-feira (2) e os resultados saíram nesta sexta. "Infelizmente houve um surto e estamos seguindo as orientações da área de epidemiologia. Já afastamos todos os funcionários que testaram positivo para não colocar em risco os demais colaboradores", informa Flores. 

No total o lar possui 92 asilados e 48 funcionários. E segundo o presidente do asilo, os funcionários foram os primeiros a apresentar sintomas da doença. "É importante ressaltar que nunca houve descuido ou relaxamento. Mesmo segundo todos os protocolos preventivos acabou acontecendo e não é uma particularidade somente do nosso lar, isso está acontecendo em todos os lugares. O importante é que está sob controle", ressalta.

continua após publicidade

O secretário de saúde, Emídio Bachiega, informa que além do fornecimento contínuo de máscaras e álcool em gel, todos internos e funcionários estavam sendo testados quinzenalmente. “Como providência imediata, diante deste novo surto de Covid, estamos reforçando o protocolo indicado para instituições de longa permanência, e orientamos ainda a necessidade de isolamento dos saudáveis, entre os 92 internos, e uma prevenção mais rigorosa entre os 48 funcionários do Lar São Vicente de Paulo”, informou Bachiega.

SURTO
Em dezembro de 2020, o lar passou pelo primeiro surto com 23 pessoas positivadas, entre internos e funcionários. Na ocasião, seis idosos que viviam na instituição foram a óbito. E, no dia 20 de janeiro de 2021, as primeiras vacinas recebidas pelo município (Coronavac), foram aplicadas nos idosos e funcionários do Lar São Vicente de Paulo.

A segunda dose da Coronavac foi aplicada no dia 15 de fevereiro de 2021. E, dentro do prazo estabelecido, todos também receberam a terceira dose de reforço da Pfizer. A AMS reforça que o ciclo vacinal é monitorado com rigor pela epidemiologia, e também pela enfermeira-chefe Sidinéia Aparecida Gardina Fregni, do Lar São Vicente de Paulo.

continua após publicidade

Conforme revela o coordenador do setor de epidemiologia da Autarquia de Saúde, Luciano Simplício, nas testagens periódicas do mês de janeiro deste ano, foram identificados três casos de Covid, no dia 12. E, na semana seguinte, outros dez casos positivos, sendo providenciado o isolamento de todos. “Com a chegada da variante ômicron, nós passamos a fazer o monitoramento semanal no lar, via PCR (swab nasal – cotonete)”, revela Simplício.

O prefeito Junior da Femac frisa que o acompanhamento, dos idosos do Lar São Vicente de Paulo, vem sendo feito com orientação permanente, oferta de máscaras e álcool, além de testagem constante. “Todos estão com o ciclo de imunização completo, mas, infelizmente, com o alto grau de contágio da variante ômicron, a situação fica bem mais complicada em instituições de longa permanência, onde os internos são idosos, sendo a maioria portadores de comorbidades”, pondera Junior da Femac.

COLABORAÇÃO
O presidente do lar, Alexandre Flores, lembra que a instituição de assistência social conta com a campanha Adote um Idoso, para arrecadar doações para ajudar nas despesas com funcionários, carne e gás. "Somos muito gratos à comunidade apucaranense que nos ajudam muito com doações, mas ainda existem algumas despesas que pesam no orçamento. Por isso, as pessoas que tiverem interesse em ajudar podem entrar em contato pelo número 3422-2727", informa.