Apucarana

Justiça do Trabalho de Apucarana mantém eleição de sindicato

Com a decisão da Juíza do Trabalho, fica mantido o resultado das eleições que elegeu a Chapa 1

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Justiça do Trabalho de Apucarana mantém eleição de sindicato
fonte: Ilustração/pixabay
Justiça do Trabalho de Apucarana mantém eleição de sindicato

A Juíza Titular da Primeira Vara do Trabalho  de Apucarana, Erica Yumi Okimura Sugahara, indeferiu pedido de anulação das eleições ocorridas em dezembro de 2020 e mantém resultado que elegeu a Professora Tarcilia de Brito como presidente do sindicato dos servidores. 

continua após publicidade

Integrantes das chapas vencidas, não se conformaram com o resultado e alegaram ilegalidades cometidas pela Comissão Eleitoral, acusando que não foram seguidos os ditames do estatuto da entidade.

A Juíza do Trabalho negou as reclamações, por entender que as determinações estatutárias foram obedecidas, alem de reconhecer que diante do quadro de pandemia do ano passado causados pela Covid 19, adaptações tiveram que ocorrer quanto as assembleias.

continua após publicidade

Com a decisão da Juíza do Trabalho, fica mantido o resultado das eleições que elegeu a Chapa 1, encabeçada pela professora Tarcilia de Brito Silva. “Sempre estivemos tranquilas e trabalhando em prol dos servidores, essa decisão traz ainda mais tranquilidade ao Sindicato e seus associados” ponderou a professora.


Para a Advogada Fabiana Gonçalves, todo o pleito transcorreu com transparência e obedecendo ao que já tinha determinado o Juízo da Segunda Vara do Trabalho, quando as eleições foram convocadas para o dia 15 de dezembro de 2020. “Sem dúvida a sentença põe, de forma absolutamente justa, um ponto final nessa questão, já debatida várias vezes pelo Judiciário. A vontade do eleitor deve ser respeitada e a vitória da Chapa 1 foi inconteste” frisou.