Apucarana

Justiça condena motorista envolvido em acidente que matou Thayná

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Justiça condena motorista envolvido em acidente que matou Thayná
Justiça condena motorista envolvido em acidente que matou Thayná

A Justiça de Apucarana condenou à prisão José Augusto Alves Neto, de 26 anos. Ele dirigia o Peugeot 206 que causou o acidente que matou a estudante Thayná Rodrigues Pereira Nascimento, de 20 anos, em 2019. O motorista foi condenado a 8 anos e 22 dias de prisão em regime fechado.

continua após publicidade

Na sentença, o juiz da 2ª Vara Criminal de Apucarana, José Roberto Silvério, afirmou que o réu "não observou o dever objetivo de cuidado que lhe era exigido, pois, agindo com imprudência, avançou em alta velocidade o sinal vermelho do semáforo com seu carro, provocando a colisão com a motocicleta Honda CG 150 de cor prata, conduzida pela vítima".

Justiça condena motorista envolvido em acidente que matou Thayná fonte: Reprodução
continua após publicidade

Outro ponto citado pelo magistrado para justificar a condenação foi o fato de Alves Neto não ter prestado socorro à vítima. Segundo testemunhas ouvidas no inquérito, ele teria fugido do local em alta velocidade, quase causando um segundo acidente poucas quadras à frente. Dentro do veículo foram encontradas embalagens vazias de bebidas alcoólicas, além de 10 fardos de bebidas no porta-malas.

Alves Neto poderá recorrer da decisão em liberdade.

Justiça condena motorista envolvido em acidente que matou Thayná fonte: Reprodução
continua após publicidade

O acidente aconteceu no dia 30 de abril de 2019. Thayná chegou a ser socorrida e ficou internada no Hospital da Providência durante cerca de uma semana, mas não resistiu aos ferimentos e morreu dias depois.

A morte causou forte comoção na cidade. Familiares da jovem chegaram a fazer manifestações na porta do Fórum de Apucarana pedindo por Justiça.