Apucarana

Júri julga homem por tentativa de homicídio contra o cunhado

Antônio Ramos Costa vai ser julgado por ter desferido três golpes de faca em Izaías Nepomuceno, ex-cunhado, após uma briga em família

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Tribunal do Juri julga, nesta terça-feira (07), caso de tentativa de homicídio, de 2017, em Apucarana,
fonte: Arquivo TNonline
Tribunal do Juri julga, nesta terça-feira (07), caso de tentativa de homicídio, de 2017, em Apucarana,

O Tribunal do Júri da Comarca de Apucarana se reúne nesta terça-feira (07) para o julgamento de um caso de tentativa de homicídio, ocorrida em 2017, depois de uma briga em família. O caso aconteceu no Terra Prometida.

continua após publicidade

O réu, Antônio Ramos Costa, é acusado do crime contra Izaías Nepomuceno Pereira que, por sua vez, responde por lesões corporais contra a ex-esposa, Maria Aparecida Costa e contra a ex-cunhada, esposa de Antônio. Duas filhas de Izaías e Maria Aparecida presenciaram as brigas.

Segundo a sentença de pronúncia, tanto as lesões corporais e vias de fato de Izaías contra a ex-esposa e a cunhada, quanto a tentativa de homicídio ocorreram na casa do réu, Antônio Ramos Costa.

continua após publicidade

A ex-esposa de Izaías, Maria Aparecida, após a separação, passou a morar com as duas filhas na casa do irmão e da cunhada. Em junho de 2017, Izaías teria ido até a casa entregar o dinheiro da pensão das meninas. Mas, segundo as mulheres, ele teria chegado embriagado e teria tentado agredir uma das filhas e, na briga, agrediu a ex-mulher e a cunhada, que tentou intervir.

Durante a confusão, o irmão de Maria Aparecida, Antônio, também entrou na briga na tentativa de defender as mulheres. Ele se armou de uma faca e golpeou Izaías, que foi atingido no braço, no peito e no abdome.

Os dois processos, o de lesões corporais e vias de fato contra Izaías Nepomuceno, por agredir a ex-companheira, Maria Aparecida e a ex-cunhada, Eva Aparecida Costa; e o de tentativa de homicídio contra Antônio Ramos Costa, por ter desferido as facadas em Izaías, foram juntados. Porém, apenas a tentativa de homicídio vai a júri.

continua após publicidade

 

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News