Apucarana

Júri condena a 18 anos homem acusado de matar adolescente

Ele foi condenado a 12 anos pela morte de Mateus Felipe Mendonça, de 17 anos, e mais seis anos pela tentativa de homicídio de Gabriel de Souza. Crimes foram no João Paulo, em 2018.

Da Redação ·
Atendimento prestado no local do crime, em 2018
fonte: Arquivo TNonline
Atendimento prestado no local do crime, em 2018

O Tribunal do Júri precisou de praticamente 10 horas para chegar a um veredito, já no fim da noite desta quinta-feira (12), em Apucarana, pela condenação de Wellington Juan Ribeiro da Silva, 23 anos. Ele é acusado pela morte de Mateus Felipe Mendonça, de 17 anos, e da tentativa de homicídio contra Gabriel de Souza. O crime ocorreu em 2018, no interior de uma casa do Núcleo Habitacional João Paulo I, em Apucarana.

continua após publicidade

O júri teve um atraso de quase duas horas para seu início, por conta dos procedimentos de condução do réu, que se encontrava preso na Penitenciária Estadual de Londrina, aguardando o julgamento. O júri começou por volta das 10 horas da manhã e só terminou depois das 21 horas, quando o juiz Osvaldo Soares Neto, diretor do Fórum da Comarca, leu a sentença. Esse julgamento já havia sido adiado em três ocasiões, no fórum de Apucarana. Duas vezes por conta das medidas sanitárias decorrentes da pandemia do coronavírus e, a última vez, em abril, a pedido da defesa, por conta de problemas de saúde.

Wellington Juan Ribeiro da Silva foi condenado a 12 anos de prisão pelo assassinato de Mateus Felipe Mendonça, de 17 anos, pena ampliada em mais seis anos pela tentativa de homicídio de Gabriel de Souza.

continua após publicidade

O caso aconteceu em 26 de setembro de 2018. Na ocasião, Wellington efetuou disparos contra as duas vítimas, que estavam no interior de uma casa, no João Paulo I. Wellington chegou a fugir na época e foi preso pela Polícia Civil apenas em novembro daquele ano.

De acordo com testemunhas ouvidas pela Polícia, na época dos fatos, dois rapazes, de motocicleta, teriam chegado ao imóvel. Um deles teria entrado na casa e feito os disparos contra os dois rapazes que estavam no quarto. A dupla teria fugido logo em seguida. Mateus Felipe morreu no local e Gabriel de Souza, com ferimentos no pé e no abdômen, foi socorrido pelo Samu e levado ao Hospital da Providência.