Apucarana

Jovens de Apucarana iniciam aprendizagem industrial

Alunos também terão aulas com conteúdos técnicos na área da administração (auxiliar) e informática com ênfase ao Office

Da Redação ·

Sessenta jovens, com idades entre 14 e 18 anos, iniciaram nesta segunda-feira (14) mais uma turma do “Pré-Aprendiz” dentro do Programa Municipal Portas Abertas, da Secretaria da Indústria, Comércio e Emprego da Prefeitura de Apucarana. Além de aprendizagem voltada para o setor da indústria, os aprendizes terão aulas duas vezes por semana com conteúdos técnicos na área da administração (auxiliar) e informática com ênfase ao Office, totalizando 240 horas/aula.

continua após publicidade

A aula inaugural contou com a presença do prefeito Júnior da Femac e aconteceu no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Apucarana (Senai Apucarana), entidade que, ao longo do ano, desenvolverá a capacitação em parceria com prefeitura.

“Pra gente, que não nasceu rico, a única porta aberta é o estudo. E quando ele prepara para o trabalho, como é o caso do Pré-Aprendiz, melhor ainda. Falo isso com propriedade, pois em casa fui o primeiro a ter uma formação superior e posso dizer o quanto isso contribuiu para melhorar a minha vida e da minha família”, disse o prefeito Júnior da Femac, destacando a qualidade do serviço nacional. “O Senai é uma casa de excelência reconhecida no mundo. Não percam esta oportunidade, aproveitem. Todos aqui estão iniciando uma etapa de vida muito importante, que é a entrada no mundo do trabalho. A partir de agora, o esforço e interesse é que vai definir que casa, que carro, que celular cada um vai ter ou que viagem vai poder fazer”, exemplificou o prefeito.

continua após publicidade

Presente no evento, o coordenador de Educação da Regional Norte do Senai Paraná, Victor André Cunha usou a fábula do velho carpinteiro para motivar os jovens a mergulhar no aprendizado. “Prestes a se aposentar, o velho profissional foi convocado pelo seu chefe a construir uma última casa. Cumpriu a missão, mas sem muito zelo, na base do “mais ou menos”. Ao entregar o projeto ao patrão, recebeu o imóvel como presente em reconhecimento ao trabalho de toda a vida, e foi aí que se deu conta que “fez tudo mais ou menos”. É uma história para vocês refletirem. A partir de hoje, cada um aqui está dando inicio à construção de sua moradia no mercado de trabalho. Prefeitura e Senai estão aqui para dar o máximo, porque acreditamos no potencial de cada um e torcemos para que aproveitem a oportunidade para edificarem uma casa sólida”, disse Victor Cunha, parabenizando ao prefeito Júnior da Femac pela política municipal de capacitação profissional.

O diretor do Centro de Qualificação Total, Miguel Luiz Vilas Boas, falou em nome da Secretaria da Indústria, Comércio e Indústria. Ele lembrou que a parceria da prefeitura com o Senai para a aprendizagem existe desde 2001. “Contudo, a partir da gestão Júnior da Femac, multiplicou-se, não só em número de empresas parceiras, mas também em jovens aprendizes. Temos um gestor que trabalha para que todo cidadão possa ter a oportunidade de ter uma vida melhor, com dignidade, e essa formação assegura qualificação, que é o que o mercado de trabalho procura”, pontuou Vilas Boas.

A aula inaugural contou ainda com a presença do vice-prefeito Paulo Sérgio Vital, do secretário da Indústria, Comércio e Emprego, Edison Peres Estrope, do coordenador de Qualificação Total, Dorival Miguel da Silva, do superintendente da Indústria, Comércio e Emprego, Adan Lenharo e do coordenador de Educação do Senai Apucarana, Paulo Roberto Ferreira.

Tags relacionadas: #Apucarana #EDUCAÇÃO