Impasse questiona direção do Sindicato dos Servidores em Apucarana - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Funcionalismo

Impasse questiona direção do Sindicato dos Servidores em Apucarana

Foto por Cezar Neves
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O ex-secretário do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Apucarana (SINDSPA), Hermes Ricardo e o servidor Amauri César formaram uma comissão para eleger nova diretoria para comandar a entidade.

“Vamos organizar a eleição que não foi feita e deveria ter acontecido a algum tempo, mas a diretoria adiou e não convocou ninguém para assembleia a respeito”, ressalta Amauri.

Amauri preside a comissão e diz que o mandato anterior se encerrou no dia 07 de agosto e dessa forma, o sindicato estaria no momento sem direção. “A partir daí conforme o artigo 120 do estatuto há necessidade de formar uma comissão para preparar nova eleição”, explica ele.

O prazo é de sessenta dias para formação de uma comissão eleitoral que deverá conduzir o processo para escolha da nova diretoria. “A eleição não será realizada pela diretoria provisória a quem cabe convocar uma assembleia para executar o procedimento”, pondera Amauri.

Para Hermes Ricardo, que respondia pela secretaria de finanças do Sindspa na gestão questionada do presidente André Joaquina, a decisão de adiamento foi acertada por causa da pandemia. No entanto não previa, segundo ele prorrogar as eleições, ao menos sem consultar os associados.

“Essa reunião aconteceu dia 06 de julho, porém a ata só foi registrada no dia 07 de agosto, assim sendo a decisão conflitou com qualquer possibilidade de assembleia em aceitar ou não a prorrogação do mandato que ali encerrou”, enfatiza Hermes.

Para ele também, os associados entenderam que o sindicato ficou sem diretoria a partir dessa data e foi feito um edital de convocação para escolher a comissão provisória.

André Joaquina é o presidente eleito do Sindspa e rebate que a entidade esteja sem direção. “Isso é uma mentira porque eles se basearam numa assembleia que não seguiu vários artigos do próprio estatuto que nos dá poderes para adiar as eleições e continuar sob a mesma diretoria e fizemos isso”, discorda.

Segundo ele as eleições do sindicato ficaram para março de 2021 e com esse movimento da comissão o caso já foi para a justiça a quem caberá restituir os fatos.

“Eu estou como presidente amparado pelo Estatuto do Sindicato e vamos ficar até março do ano que vem”, conclui.

Da Redação

Deixe seu comentário sobre: "Impasse questiona direção do Sindicato dos Servidores em Apucarana"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.