Apucarana

Homem que matou irmão a pedradas, na Páscoa, vai a júri

Os dois irmãos trabalhavam juntos. Crime aconteceu na Vila Reis, na hora do almoço, durante uma briga. Os dois estariam embriagados

Da Redação ·
A vítima foi atendida pelos socorristas em 2020, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local
fonte: Arquivo TNonline
A vítima foi atendida pelos socorristas em 2020, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local

Um homem de 32 anos, acusado de matar o irmão mais velho, a pedradas, no domingo de Páscoa de 2020, em Apucarana, vai a júri nesta terça-feira (10). A sessão está marcada para começar às 8 horas, no Fórum Desembargador Clotário Portugal. O crime aconteceu na Vila Reis, no dia 12 de abril, durante um desentendimento entre os dois irmãos, que estariam embriagados.

continua após publicidade

Claudinei Rafael de Castro, que era conhecido como “Barranco” foi preso em flagrante pela Polícia Militar, na época, e encaminhado à 17SubDivisão Policial. A vítima, Vicente Aparecido de Castro, 41 anos, conhecida na comunidade pelo apelido de “Tatu”, chegou a ser atendida pelos socorristas, mas não resistiu aos ferimentos na cabeça. Ele foi encontrado caído, desacordado, com uma hemorragia.

continua após publicidade

Segundo populares ouvidos na época, os dois irmãos trabalhavam juntos, perfurando poços e fossas e brigavam com uma certa frequência. Na hora do almoço de Páscoa, em 2020, Claudinei teria se armado com uma pedra e atingido o irmão, durante a briga. O crime foi na rua São Pedro. Ele foi preso poucas horas depois, pela Polícia Militar. O boletim de ocorrência informava que o homem estaria em visível estado de embriaguez ao ser preso.