Apucarana

Homem que batia na mulher e amputou dedo dela já está livre

A mulher sofreu violência durante 18 anos e chegou a ter um dedo amputado por serra elétrica. Veja:

Da Redação ·

O homem de 74 anos investigado por violência contra a esposa e  preso nesta terça-feira (03) em Apucarana, pagou fiança e já está solto. Ele foi apontado pela mulher, de 58 anos, de cometer violência doméstica contra ela há pelo menos 18 anos. Ela relatou à polícia que já teve um dedo amputado com serra elétrica pelo marido, além de um braço quebrado sem socorro imediato.

continua após publicidade

De acordo com a delegada Luana Lopes, que está a frente do caso, a prisão do suspeito na última terça não ocorreu por violência doméstica, mas por desacato, por isso, ele pôde pagar fiança e ser liberado em seguida. "Fomos até a residência do casal para ajudar a mulher a retirar seus pertences justamente por conta das agressões que ela afirma ter sofrido. Durante a diligência, o investigado e seu filho se exaltaram contra uma policial feminina e um deles chegou a cuspir no rosto dela. Por conta desta situação, eles foram levados presos pelo crime de desacato", explicou.

A delegada ainda esclarece que a investigação pelos crimes de violência contra a mulher está em andamento e que agora ela está em segurança, com medida protetiva. "Essa mulher foi acolhida por familiares e conseguimos uma medida de proteção para ela. Com base nas denúncias, o marido está sendo investigado pelos crimes de lesão corporal de natureza gravíssima, injúria e ameaça", finalizou a delegada.

continua após publicidade

Assista a entrevista completa:

 Homem que batia na mulher e amputou dedo dela já está livre - Vídeo por: Reprodução  

Entenda o caso:

continua após publicidade

Um homem, de 74 anos, que cortou o dedo e quebrou o braço de sua esposa foi preso pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (3), em Apucarana.

Conforme a delegada Luana Lopes, uma mulher foi à Delegacia da Mulher pedindo para que os policiais a ajudassem a retirar seus pertences da residência onde mora, haja visto que há 18 anos sofre violência doméstica de seu marido.

A vítima ainda relatou à polícia que já teve seu dedo amputado, depois de ser cortado por uma serra elétrica, e braço quebrado pelo seu companheiro.

continua após publicidade

Ainda segundo a delegada, quando a mulher teve o braço lesionado, o suspeito levou sua companheira ao hospital uma semana depois, quando já estava todo inchado.

policiais da Delegacia da Mulher, com apoio da 17ª SDP, foram à casa do agressor. Tanto ele, quanto seu filho, de 44 anos, desacataram uma policial feminina e resistiram à prisão.

De acordo com a delegada, eles respondem pelos crimes de desacato e resistência. Um procedimento pela lesão de natureza gravíssima será instaurado. 

Tags relacionadas: #Apucarana #mulher #violência