Apucarana

Homem encontrado morto na Caixa de São Pedro é identificado

O homem, de 32 anos, era morador de Maringá

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Homem encontrado morto na Caixa de São Pedro é identificado
fonte: TNOnline
Homem encontrado morto na Caixa de São Pedro é identificado

O Instituto Médico Legal de Apucarana confirmou que o homem encontrado morto na Caixa de São Pedro no dia 26/9, foi identificado. 

continua após publicidade

Conforme o IML,  Alessandro Domingos da Silva, de 32 anos, era morador de Maringá.  Na quinta-feira (7), chegou o resultado do exame de papiloscopia, através da digital, os peritos conseguiram localizar os familiares. 

Na manhã desta sexta-feira (8), parentes reconheceram o corpo no IML e informaram que Alessandro estava desaparecido desde o dia que foi encontrado morto. Familiares também contaram que o rapaz estava com o carro dele, um Peugeot prata, que ainda não foi encontrado. 

continua após publicidade

Ainda de acordo com o IML, o laudo não detectou morte violeta e foi solicitado um exame toxicológico. O resultado deve ficar pronto nos próximos dias. 

O caso: 

O corpo de um homem foi encontrado na manhã de domingo (26), ao lado do campo de futebol, localizado no Distrito da Caixa de São Pedro, em Apucarana. Moradores da região foram até o local para jogar futebol e acabaram encontrando o homem caído perto de uma árvore. 

continua após publicidade

As equipes da Polícia Militar, Polícia Civil e investigadores estiveram no local e fazem a perícia para verificar se a morte do homem pode ter sido um homicídio. A princípio, o corpo apresenta sinais de violência, como arranhões e escoriações. 

O investigador Roberto Francisco, chefe do setor de homicídios da PC, acredita que o corpo tenha sido deixado por volta das 10 horas da noite deste sábado ou durante a madrugada. "É prematuro afirmar a causa da morte. Há sinal evidente de que o homem foi arrastado da via asfaltada até o local que foi deixado. Isso foi possível constatar. Além disso, vários moradores não reconheceram o homem, que estava sem documentos e ainda não foi identificado", explica.