Apucarana

Homem é morto a pauladas em Apucarana; mulher é presa

A princípio, ele teria tentado violentar uma adolescente, de 13 anos, durante a madrugada. O homem já foi identificado

Da Redação ·

Um homem, de 35 anos, foi encontrado morto em uma casa, localizada na Rua Maracahi, na Vila Feliz em Apucarana. O crime aconteceu neste domingo (24). A Polícia Militar (PM) foi chamada por volta das 15h40. A princípio, ele teria tentado violentar uma adolescente, de 13 anos, durante a madrugada.

continua após publicidade

Conforme apurou a reportagem, duas mulheres, entre elas a avó da menina, e um homem teriam cometido o crime. Eles foram levados para a delegacia. A autora do crime, de 64 anos, contou detalhes de como tudo aconteceu. 

"De madrugada, ele invadiu o quarto da minha neta, colocou a mão na boca dela e tentou estuprar ela, mas ela é esperta, luta karatê e se defendeu e gritou por ajuda, ele correu, mas ela me contou tudo, eu entrei em desespero, ele traiu minha confiança, deixa ele tomar banho aqui, usar banheiro, e me faz uma coisa dessa, eu fui atrás dele, encontrei ele em um bar, trouxe ele pra cá e matei mesmo", disse a avó da menina. 

continua após publicidade

De acordo com a PM, todos ficaram na casa após o assassinato. "O homem estava amarrado e morto. Todos ficaram na casa após o crime, e estamos procurando mais um envolvido no crime que fugiu. Na madrugada nossas equipes foram chamadas para atender a tentativa de estupro, mas ele havia fugido. Violência que gera violência. Todos os envolvidos, até o que morreu, já têm passagens pela polícia", disse o Subtenente Almir Freitas. 

O homem que morreu foi identificado. O corpo de Eduardo Cezar Barbosa Fernandes foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). "Não me arrependo de ter matado, posso ficar presa, mas pelo menos ele não vai furtar, roubar ou estuprar mais ninguém", comentou a avó. Assista a transmissão ao vivo do local do crime:    Conforme apurou a reportagem, duas mulheres, entre elas a avó da menina, e um homem teriam cometido o crime. Eles foram levados para a delegacia. A autora do crime, de 64 anos, contou detalhes de como tudo aconteceu. "De madrugada, ele invadiu o quarto da minha neta, colocou a mão da boca dela e quando estuprou ela, mas ela é esperta, luta karatê e se defendeu e gritou por ajuda, ele correu, mas ela me contou tudo, eu entrei em desespero, ele traiu minha confiança, deixa ele tomar banho aqui, usar banheiro, e me faz uma coisa dessa, eu fui atrás dele, encontrei ele em um bar, trouxe ele pra cá e matei mesmo", disse a avó da menina. - Vídeo por: Reprodução   


continua após publicidade





Tags relacionadas: #Apucarana #ASSASSINATO #Crime #PMPR