Apucarana

Guardas participam de curso de atendimento pré-hospitalar

O treinamento capacitou os agentes para prestar o socorro imediato durante acidentes e também em zonas de confronto armado

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Guardas participam de curso de atendimento pré-hospitalar
fonte: Prefeitura de Apucarana

Membros do efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM), de Apucarana, participaram nesta terça-feira (26) do Curso de Atendimento Pré-hospitalar em Combate. Realizado nas dependências da Associação dos Militares Estaduais do Vale do Ivaí (Amevi), o treinamento capacitou os agentes para prestar o socorro imediato durante acidentes e também em zonas de confronto armado.

continua após publicidade

O curso foi ministrado pelo 1o tenente Thiago Federovicz Mendes dos Santos, comandante da 2a Companhia da Polícia Militar de Jandaia do Sul, e pelo cabo Lopes. Policiais e guardas municipais aprenderam técnicas de controle de sangramento massivo, manutenção de vias aéreas, atendimento a lesões em tórax, além de protocolos de evacuação de feridos.

De acordo com Alessandro Pereira Carletti, comandante da GCM de Apucarana, o curso visa capacitar os agentes de segurança a atuar em acidentes e também em zonas de confronto armado, onde equipes tradicionais de atendimento não possam estar presentes para dar o suporte de vida ao ferido.

continua após publicidade

Estatísticas apontam que de cada 10 vítimas de disparo de arma de fogo, por exemplo, 6 morrem por perda de sangue pelas extremidades do corpo (pernas e braços). “E com a aplicação de técnicas simples, como de um torniquete, vidas podem ser salvas fazendo esse atendimento pré-hospitalar”, salienta Carletti.

De acordo com o tenente Thiago Federovicz, o curso se baseia no protocolo MARC1, que foi implantado no Brasil no ano de 2014 pelo médico e policial Civil Sérgio Maniglia, integrante do Grupo Tigre, que buscou conhecimento nos Estados Unidos e criou esse curso. O objetivo é preparar o agente de segurança pública para realizar o suporte básico de vida do ferido e aumentar significativamente suas chances de sobrevida até a chegada ao hospital.