Apucarana

Ex-vereadores são absolvidos da acusação de “rachadinhas”

A ação penal foi movida pelo promotor Eduardo Cabrini em 2017.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Ex-vereadores são absolvidos da acusação de “rachadinhas”
Ex-vereadores são absolvidos da acusação de “rachadinhas”

Os ex-vereadores apucaranenses Antônio Ananias (DEM) e José Airton Deco de Araújo (PL) foram inocentados da acusação de "rachadinhas", movida em 2017. O juiz de Direito Osvaldo Soares Neto, titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Apucarana, julgou improcedente denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual, através da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público.

continua após publicidade

Ambos foram denunciados em ação penal pela suposta prática de “rachadinhas”, que consiste na divisão de salários com assessores de gabinete, com o parlamentar ficando com parte do vencimento da folha de pagamento.

A ação penal foi movida pelo promotor Eduardo Cabrini em 2017, baseada em atos que teriam ocorrido na Legislatura de 2013 a 2016. Na sentença, datada desta quarta-feira (dia 1º) o juiz justifica que, após análise dos autos, não foram constatadas provas suficientes para condenação dos denunciados.

continua após publicidade

Segundo o advogado Aluísio Ferreira, que atuou na defesa de Ananias, o juiz Osvaldo Soares Neto tomou uma decisão certa, já que no transcorrer do processo, ouvindo-se acusados e testemunhas, não houve comprovação de divisão de salários envolvendo o ex-vereador Ananias, seu cliente.

O ex-vereador Deco disse ontem ter-se sentido aliviado com a sentença judicial a seu favor. “Foi uma decisão justa, porque jamais pratiquei tal crime relatado na ação penal”, afirmou o vereador, que se defendeu no processo por intermédio dos advogados João Batista Cardoso e Sérgio Luiz Barroso.

Por Edison Costa - Jornalista do Grupo Tribuna do Norte.