Apucarana

Ex paciente de oncologia do Providência relata superação

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Ex paciente de oncologia do Providência relata superação
Ex paciente de oncologia do Providência relata superação

Maria Guilhermina Alves foi diagnosticada com câncer de mama em 2018, a paciente realizou o autoexame e após notar um caroço na região entre o seio e axila, procurou atendimento médico.

continua após publicidade

 “Marquei uma consulta e realizei mamografia e biópsia, a hora que fiquei sabendo o resultado, não imaginava que fosse maligno”, diz.

Maria Guilhermina passou por 16 sessões de quimioterapia na Unidade de Tratamento do Câncer do Hospital da Providência e realizou também mastectomia, retirada da mama. Foi um período difícil e de muita luta em dois anos, mas contou com todo apoio da família. “Me preocupei quando precisei raspar o cabelo e não queria que minha filha, na época com quatro anos, sentisse vergonha quando a fosse buscar na escolinha, mas a reação dela foi totalmente diferente, me deu a maior força, foi comigo no cabeleireiro, segurou meu cabelo para cortar. Eu não queria fotos, mas meu marido disse que era para guardar pra minha filha entender e repassar para os filhos dela a importância de se cuidar”, explica.

continua após publicidade

Extremamente feliz, a ex-paciente agradeceu todo o suporte e tratamento da equipe da Unidade de Tratamento do Câncer de Apucarana. “Hoje me sinto a Mulher Maravilha, estou muito bem. Quando terminei a quimioterapia, levei um bolo para festejar com a equipe”.

Thayla Gardina é enfermeira na Unidade de Tratamento do Câncer e acompanha os pacientes do início ao fim do tratamento. “Nos tornamos uma família, os pacientes colocam sua confiança em nós e se tornam heróis de sua luta contra o câncer”, explica.

“Pra quem está fazendo tratamento, saiba que estão sendo acompanhados pela melhor equipe. Agradeço os médicos, enfermagem e toda equipe, são anjos que a oncologia tem, nos acolhem muito bem, é uma equipe de ouro que não nos deixam desanimar”, finaliza Maria Guilhermina.

Tags relacionadas: #Câncer #providencia #tratamento