Apucarana

"Eu amo Apucarana", diz Bispo ao receber Título de Cidadão Honorário

Muito emocionado, o Bispo agradeceu o carinho e reconhecimento

Da Redação ·

Uma noite que entrou para a história de Apucarana. Com o Cine Teatro Fênix lotado, o Bispo Dom Carlos José de Oliveira recebeu, nesta quarta-feira (6), o Título de Cidadão Honorário do município, honraria proposta pelos vereadores da cidade.

continua após publicidade

Muito emocionado, o Bispo agradeceu o carinho e reconhecimento. "Sinto-me honrado e feliz por estar aqui hoje, por receber o título de cidadão apucaranense, não imaginam a surpresa e a alegria que me cometeu ao ser contemplado por tal honraria. Agradeço ao prefeito e especialmente a câmara que votaram em meu nome para receber a honraria, na data do terceiro ano de minha posse como bispo da diocese de Apucarana. Eu me torno oficialmente um cidadão apucaranense, motivo de alegria, gratidão e santo orgulho. Muito obrigada,  amei e amo Apucarana desde o momento que pisei aqui. Amei por que me foi dada por Deus através do Papa, essa é minha fé, certeza de fé, Deus me enviou e alguém enviado por Deus deve amar com verdadeiro amor, em minha ordenação episcopal gritei com força, eu amo Apucarana, hoje com mais força ainda, quero gritar amo a cidade de Apucarana. Tão grande foi a minha surpresa e alegria que a partir do vereador Moisés acompanhado do Marcos e aprovado por todos, que eu receberia o título, muito obrigada pela lembrança de meu nome, pelo trabalho que tudo isso envolve, pela iniciativa de todos, muito obrigada", disse dom Carlos. 

O vereador Moisés Tavares, autor do projeto, deixou claro a importância do bispo para a sociedade apucaranense.  "Uma noite especial por vários motivos, se encontrar pessoalmente após a liberação do uso da máscara, celebrar a vida, e em especial por encontrar nosso povo de fé por esse momento tão especial, para entrega do título, a mais alta honraria do município, o fiz e com aprovação de todos, por entender que o Bispo, nosso homenageado, é de fato um pastor, um pai e irmão, que vem fazendo a diferença. Tornar-se cidadão apucaranense não é uma tarefa fácil, não é para qualquer um. Durante a pandemia o bispo fez um trabalho incrível,  tenho certeza que todos aqui têm alguma história que comprove que o senhor é um cidadão apucaranense, parabéns, que Deus abençoe hoje e sempre, nosso irmão apucaranense", comentou.

continua após publicidade

Marcos da Vila Reis, que também é autor do projeto, muito emocionado, agradeceu a vinda de Dom Carlos para Apucarana. "No período de vacância quando dom Celso foi embora, ficamos com o coração apertado, nós orávamos para que Deus mandasse para nós um bom pastor, Deus ouviu tanto nossas orações que não nos deus apenas um bom pastor, mas nos deu um pai, irmão e amigo. Deus foi muito bondoso com a cidade de Apucarana e com a Diocese enviando o senhor para nós"

O prefeito de Apucarana destacou as ações realizadas pelo Bispo durante a pandemia. "A aprovação desse projeto foi unânime, dom Carlos o senhor é unanimidade. O seu apoio durante a pandemia foi fundamental, a pandemia não veio com manual, tínhamos que salvar vidas, precisávamos de uma luz e quantas vezes o senhor foi essa  luz, quantas vezes  senhor nos acolheu. Lembro de quando o senhor teve a ideia fantástica do drive-thru da Eucaristia, foi feito um grande trabalho de drive-thru, foi em Apucarana que isso começou e se espalhou por todo Paraná. O senhor nos dá abertura, abertura para o diálogo, esse trabalho de acolher, de ouvir o que o senhor faz é muito importante. O senhor agora é apucaranense", disse Júnior da Femac. 

O vice-prefeito, Paulo Vital, além de enaltecer o trabalho realizado pelo bispo, transmitiu um abraço enviado pelo ex-prefeito de Apucarana e ex-secretário de saúde do Paraná, Beto Preto. O deputado estadual Evandro Araújo, o prefeito de Mauá da Serra Hermes Wicthoff, irmãs do Hospital da Providência, vereadores de Arapongas, Cambira, o vice-prefeito de Borrazópolis Marcelo Pires Rodrigues, representantes de comunidades cristãs, idosos, jovens, pessoas de outras cidades e padres, prestigiaram a solenidade de entrega do título que marca a história da diocese.