Apucarana

Escola confirma afastamento de professora após vídeo de agressão

Três mães procuraram a polícia para denunciar escola particular que trabalha com crianças do maternal e de ensino infantil em Apucarana

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Escola confirma afastamento de professora após vídeo de agressão
fonte: (foto: reprodução)

A escola de Apucarana onde uma professora foi filmada supostamente agredindo duas crianças de dois anos de idade confirmou na tarde desta quinta-feira (7) que a funcionária foi afastada. A assessoria jurídica do estabelecimento de ensino disse à Tribuna que está apurando o caso para, na sequência, “tomar as medidas cabíveis”.

continua após publicidade

O caso veio à tona após três mães procurarem a Polícia Civil de Apucarana, para denunciar agressões que teriam sido sofridas pelos filhos em uma escola particular da cidade. Um vídeo em poder das mães mostra dois alunos - um menino e uma menina de dois anos - agredidos em sala de aula com tapas por uma professora.   A escola, localizada no centro, trabalha com crianças do maternal e ensino infantil.  

-LEIA MAIS: vídeo mostra professora agredindo crianças em escola de Apucarana

continua após publicidade

A gravação teria sido repassada pela própria escola a uma das mães, que cobrou explicações sobre ferimentos do filho. O estabelecimento de ensino, visando comprovar que o machucado havia sido provocado por uma queda, encaminhou o vídeo. No entanto, a filmagem mostrou também duas crianças sendo agredidas. Uma professora bate no rosto de uma criança sentada na sala de aula e depois no menino que havia caído, após a criança ser erguida e colocada no colo por uma ajudante. 

-LEIA MAIS: Delegacia da Mulher inicia investigação de agressão em escola

A Polícia Civil de Apucarana está investigando o caso. Após ouvir as mães, a delegada Magda Marina Hofstaetter vai colher depoimentos de outras testemunhas e mais pessoas que possam contribuir com a investigação. 

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News