Apucarana

Educação investiga casos de Covid-19 em quatro cidades da região

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Educação investiga casos de Covid-19 em quatro cidades da região
fonte: TNOnline
Educação investiga casos de Covid-19 em quatro cidades da região

A chefe do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Apucarana Cristiane Cesária Pablos Rossetti, informou que em Apucarana, Arapongas, Marumbi e Faxinal há casos investigados em colégios estaduais. Segundo ela, a decisão por fechar os estabelecimentos deve passar por avaliação das respectivas secretarias municipais de saúde, Vigilância Sanitária e depois o procedimento executado pelo Núcleo de Educação. “Há casos investigados em que professores podem não ter sido contaminados dentro das escolas”, explica.

continua após publicidade

O NRE segue protocolo no qual uma vez com os sintomas, há dispensa para casa. “Então o professor fica em observação e entra com o processo. A direção comunica à Vigilância Sanitária e pessoa faz os exames. Os agentes avaliam cada caso e dão o parecer para fechar ou não a escola. Em seguida, a Saúde se manifesta e o NRE executa a orientação das autoridades da Saúde”, diz.

Cristiane explica que com a nova realidade, foi formado um comitê de biossegurança que esteve nas escolas relacionadas com casos e suspeitas nesta semana. “Fizemos na terça-feira (23) uma reunião com os secretários de saúde de 12 dos 16 municípios para repassar as orientações de como é o acordo entre Saúde e Educação, onde os secretários Renato Feder e Beto Preto estão de comum acordo para a volta às aulas com os protocolos sendo seguidos.”, comenta.

continua após publicidade

As aulas devem retornar no dia 1º de março com o formato híbrido, segundo o NRE. “Os pais assinaram termo para autorizar o ensino híbrido, mas alguns optaram por não mandar seus filhos e estes serão assistidos remotamente”, pondera.

O NRE de Apucarana tem uma reunião prevista para hoje, com representantes da Ouvidoria do Núcleo, Comissão de Biosegurança, Vigilância Sanitária e Secretários de Saúde para tratar do assunto, assim como no dia 8 de fevereiro foi apresentado o esquema para retorno às aulas com a participação do Ministério Público da Comarca (MP-PR). “Repassamos à Promotoria, juntamente com a Saúde e Vigilância Sanitária de Apucarana, as condições das salas de aula, como distanciamento entre as carteiras e o número máximo de estudantes em cada local”, ressalta.

O NRE de Apucarana atende a 32 mil alunos da região em 61 colégios. “Fomos orientados de que o uso de máscara, distanciamento, álcool gel e lavagem das mãos deve dificultar a possibilidade de se adquirir o vírus, mas se mesmo assim houver algum problema, é melhor suspender as aulas com as orientações da Saúde”, conclui.

Mesmo antes da retomada das aulas híbridas, marcada para o dia 1º de março, 61 colégios estaduais já registram surtos de Covid-19. Segundo a APP-Sindicato, que representa professores e funcionários da rede estadual de ensino, a contaminação aconteceu durante a semana pedagógica e a preparação para a retomada das aulas presenciais.