Apucarana

Diesel já está R$ 0,30 mais caro em Apucarana e Arapongas

Preços da gasolina e etanol também apresentam alta

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Diesel já está R$ 0,30 mais caro em Apucarana e Arapongas
fonte: TNOnline
Diesel já está R$ 0,30 mais caro em Apucarana e Arapongas

O reajuste de 8,89% no preço do diesel, que passou a vigorar nesta semana, já começou a refletir no valor praticado nas bombas dos postos da região. Para o consumidor, o combustível ficou até 6,7% mais caro, o que corresponde a R$ 0,30 a menos no bolso do consumidor. E quem abastece com gasolina ou etanol notou que o custo de ambos também ficou mais alto em setembro, em comparação com agosto. 

continua após publicidade

Levantamento feito pela Tribuna junto ao aplicativo Menor Preço,  aponta que o diesel ficou 5,8% mais caro nos estabelecimentos de Apucarana. O combustível, que era vendido a R$ 4,43, em média, passou para R$ 4,69, em média. Segundo o aplicativo Menor Preço, o valor mais baixo é praticado a R$ 4,39 e o mais alto a R$ 4,99.

No posto de combustíveis gerenciado por Vilson Kozan, o preço do litro do diesel foi atualizado na quarta-feira (29), mesmo  dia que o reajuste passou a valer. “A gente não tem estoque. Tudo que chega já colocamos no tanque. Então o preço foi atualizado no mesmo dia, não tem como segurar”, afirma. 

continua após publicidade

Kozan acha difícil prever uma redução ou nova alta no preço, diante da instabilidade no mercado de combustíveis. “Nem os assessores que atendem o estabelecimento conseguem prever se o preço vai se estabilizar ou subir mais. De um dia para o outro ocorre uma alteração”, comenta Kozan.

A alta no preço do diesel deve afetar significativamente a formação de preços de itens em vários setores, como alimentação, vestuário e diversos serviços, como como o frete por exemplo. O caminhoneiro Edson Delgado, que trabalha com carregamento e utiliza um caminhão ¾ (de menor porte, indicado para circular em áreas urbanas) afirma que seu ramo de atividade será novamente prejudicado pelo reajuste. 

“Atrapalha, porque meu caminhão não tem uma média boa de consumo dentro da cidade. Gasta o mesmo que um caminhão maior. E com mais essa alta, terei que repassar o preço para os clientes. Acaba ficando caro para todo mundo e isso reduz a clientela”, comenta. 

continua após publicidade

Delgado comenta que a alta no valor vai impactar, sobretudo, os trabalhadores autônomos que dependem totalmente dos ganhos do transporte rodoviário. “Na verdade, quem trabalha de empregado não vai sentir tanto, a logística é diferente. O pessoal autônomo que vai sentir, e vai subir tudo”, afirma. 

ARAPONGAS

Em Arapongas o diesel custa, em média, R$ 4,73. Pesquisa no aplicativo Menor Preço mostra que o combustível é encontrado a R$ 4,57 até R$ 4,89. Antes do reajuste, o diesel era vendido a R$ 4,43 em média, um aumento de 6,7%. Esta é a 11ª vez no ano que a Petrobras eleva o preço do litro do diesel no Brasil. 

continua após publicidade

Preços da gasolina e etanol também apresentam alta

Pesquisa junto ao sistema de levantamento de preços da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostra que o preço médio da gasolina comum em Apucarana era R$ 6,05 em agosto, valor que subiu 2,8%, sendo vendida a R$ 6,22, na média de ontem. Já o etanol, que no mês passado era encontrado a R$ 4,95, em média, subiu R$ 5,20, um aumento de 5% no preço repassado ao consumidor. O último reajuste da gasolina comum foi em 12 de agosto. 

Em Arapongas, a gasolina comum não sofreu grande variação de preço entre agosto (R$ 6,05) e setembro (R$ 6,09). Por outro lado, o etanol ficou R$ 0,11 mais caro, passando de R$ 4,93 para R$ 5,04, um aumento de 2,23%. Segundo o aplicativo Menor Preço, o combustível pode ser encontrado entre R$ 4,89 até R$ 5,19. Nos últimos 12 meses, o preço da gasolina para as distribuidoras subiu 39%, e o etanol aumentou 62% a nível nacional.

Por, Cindy Santos - jornalista do Grupo Tribuna do Norte