Apucarana

Delegado fala sobre prisão de homem que agarrou mulher em Apucarana

De acordo com o delegado, a polícia vai pedir a prisão preventiva dele

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Delegado-adjunto da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, Felipe Ribeiro Rodrigues
fonte: TNOnline
Delegado-adjunto da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, Felipe Ribeiro Rodrigues

O delegado-adjunto da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, Felipe Ribeiro Rodrigues, durante entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (27), falou sobre a prisão do homem que agarrou e tentou arrastar uma mulher em Apucarana. A importunação sexual foi registrada na manhã de terça (26).

continua após publicidade

O acusado, de 36 anos, já tem passagens por outros crimes, inclusive, por estupro de vulnerável em Sarandi. De acordo com o delegado, a polícia vai pedir a prisão preventiva dele.     

"Vamos representar pela prisão preventiva dele, pelo risco que ele oferece a ordem pública, ele aparenta ser um criminoso contumaz em atividades sexuais. A Polícia não tem dúvidas de que ele cometeu o crime, temos total convicção que ele é o autor. Durante o interrogatório ele negou, mas não temos dúvida que foi ele", explica

- Felipe Ribeiro Rodrigues, delegado-adjunto
continua após publicidade

Veja a entrevista.         null - Vídeo por: Reprodução Relembre o crime: 

A Polícia Civil de Apucarana, no norte do Paraná, prendeu um homem, de 36 anos, que agarrou e tentou arrastar uma mulher que estava caminhando pelo Jardim Veneza. A importunação sexual aconteceu por volta das 10h desta terça-feira (26) e o suspeito foi preso na obra que ele trabalhava. O TNOnline teve acesso ao vídeo de segurança que mostra todo o crime. 

De acordo com o investigador Roberto Francisco, a vítima procurou a delegacia da mulher e contou detalhes do crime. "A vítima contou que durante a caminhada pelo bairro, o homem agarrou ela por trás e tentou arrastá-la pela rua. A mulher conseguiu dar uma cotovelada nele, então ele a agrediu. A mulher caiu no chão,  mas conseguiu sair correndo, pedindo socorro e foi diretamente à Delegacia da Mulher", detalha Roberto. 

O que colaborou com a prisão do suspeito, foram câmeras de segurança que registraram o crime. "Com as imagens e descrição da vítima, localizamos o trabalho dele. Nossa equipe foi até o barracão em construção e prendeu o homem em flagrante pelo crime contra a mulher", explica Roberto. 

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News