Apucarana

Delegado fala sobre morte de entregador apucaranense; veja

No dia do acidente, 30/01, o motorista da caminhonete foi preso em flagrante por embriaguez ao volante

Da Redação ·

O motorista de Jandaia do Sul que atingiu o entregador Matheus Santos Clemente de Apucarana, que não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital da Providência, deve responder pelo crime de homicídio culposo na direção de veículo automotor, em liberdade. 

continua após publicidade

No dia do acidente, 30/01, o motorista da caminhonete foi preso em flagrante por embriaguez ao volante, confirmou o delegado Marcus Felipe da Rocha. "Ele foi preso em flagrante e não foi arbitrado fiança, o advogado entrou com pedido de liberdade provisória e esse indivíduo deve responder esse processo em liberdade, responder pela prática de homicídio culposo na direção de veículo automotor, com o agravante de poder estar dirigindo embriagado. Temos elementos que indicam que ele havia bebido, ele confessou para um policial militar e a PM também realizou o auto de constatação de embriaguez além de apreender latinhas de cerveja dentro do carro. Se ele descumprir as condições impostas pela Justiça pode ser preso novamente", explica.

RELEMBRE O ACIDENTE: 

continua após publicidade

Um entregador ficou gravemente ferido e precisou ser entubado após acidente em Apucarana. A colisão aconteceu na noite deste domingo (30), na Vila São Carlos. A batida envolveu uma moto e uma caminhonete modelo Nissan Frontier, o condutor foi preso e estava com a CNH vencida desde 2019.

Testemunhas contaram, que a princípio, o condutor da Frontier teria cruzado a preferencial e o motociclista atingiu a lateral da caminhonete. A batida foi muito forte. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, (Samu), foi chamado. Foi preciso entubar o entregador, que sofreu ferimentos graves e foi levado para o Hospital da Providência. 

O acidente a aconteceu entre as ruas Antônio José de Oliveira esquina com Noboru Fukushima. De acordo com a PM, o condutor da caminhonete deixou o local, porém, foi até o módulo policial localizado na Praça Rui Barbosa e aguardou a chegada da equipe. 

continua após publicidade

O motorista confessou para a PM que havia bebido três latas de cerveja. O homem foi levado para a delegacia e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Ainda de acordo com a polícia, no interior da caminhonete estavam duas latas de cerveja, o condutor apresentava alguns sinais de embriaguez, como desordem nas vestes, olhos vermelhos e sonolência, foi então confeccionado o termo de constatação de sinais de alteração da capacidade psicomotora e o homem foi preso.

A MORTE DO ENTRGADOR: 

Morreu na madrugada desta quarta-feira (2), o entregador Matheus Santos Clemente, de 25 anos, que estava internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), do Hospital da Providência, após sofrer um grave acidente na noite de domingo (30), na Vila São Carlos, em Apucarana. 

continua após publicidade

Quem confirmou a morte do apucaranense foi sua mãe, Maria Joana Santos, através de post no Facebook:

"Infelizmente, meu Filho veio a óbito. Agradecemos as orações de todos. Com certeza ele cumpriu a missão dele. Não haverá velório devido ao exame de covid ter dado positivo, sendo que ele teve menos de 1 mês e saiu da quarentena há poucos dias. Meu filho saiu de meus braços para os braços do Senhor. Cuida de nós, meu filho, porque não está fácil. Meu coração está em pedaços. Descanse em paz, meu  amor. Amor pra eternidade". 

MOTORISTA SOLTO

O motorista da caminhonete modelo Nissan Frontier, de 33 anos, de Jandaia do Sul, que se envolveu em um grave acidente em Apucarana, já deixou a cadeia através de um alvará de soltura expedido pela Justiça. O condutor estava preso desde o último domingo (30). Ele foi liberado no começo da noite desta terça-feira (1). 

O morador de Jandaia do Sul foi preso pois estava embriagado e com a CNH vencida desde 2019, informou a polícia.