Apucarana

Decreto traz expectativa para os setores de bares e eventos

O decreto deu um verdadeiro alívio aos proprietários de bares e profissionais do setor de eventos de Apucarana

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Decreto traz expectativa para os setores de bares e eventos
fonte: Pixabay\ ilustração
Decreto traz expectativa para os setores de bares e eventos

O decreto do Governo do Estado - que revogou o toque de recolher e liberou a venda de bebidas alcoólicas na madrugada - deu um verdadeiro alívio aos proprietários de bares e profissionais do setor de eventos de Apucarana. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), as medidas restritivas contra a Covid-19 foram alteradas devido à queda nos indicadores da doença no Estado.

continua após publicidade

Dono de um gastropub, Gian Carlos Pereira comemorou a publicação da normativa e está na expectativa para estender o atendimento de clientes até mais tarde, mantendo os protocolos preventivos vigentes. Pereira, que também revende chope para eventos sentiu duplamente os impactos da pandemia nos negócios. “Foi 1 ano e 7 meses praticamente parado, sem fazer eventos e sem abrir o bar. Ver que as coisas estão voltando ao normal é um alívio”, afirma. 

Pereira conta que o decreto publicado em julho, que liberou os eventos com até 500 pessoas, já melhorou o seu faturamento. “Fiz quatro casamentos. Em um evento vendi mais de 400 litros de chope”, revela. 

continua após publicidade

Com a liberação da circulação de pessoas durante a madrugada e do consumo de bebidas alcoólicas ele espera melhorar o faturamento de sua casa de shows. 

“Acredito que tudo caminha para a normalidade, acompanhamos que estádios estão voltando, e a gente está bem esperançoso este. Acho que a partir de novembro estará tudo liberado”, espera. 

O comerciante Bruno Marusco, proprietário de uma espetaria, disse que a flexibilização do decreto permite que ele trabalhe com uma folga maior nos horários. Quando o toque de recolher estava estabelecido até meia noite, ele tinha que parar o atendimento mais cedo, para que seus funcionários pudessem limpar o estabelecimento antes do horário limite. “No começo da pandemia foi muito difícil, tive que mandar funcionários embora. É muito bom ver que o pior já passou e dá uma esperança de que tudo volte ao normal”, comenta. 

continua após publicidade

Eventos

A assessora de eventos, Fernanda Neira, tem grandes expectativas de voltar a trabalhar como fazia antes da pandemia. O único problema será organizar a agenda de eventos (os que foram cancelados e os novos) que está ficando cada vez cheia.  

“Temos muitos casamentos que foram remarcados várias vezes, temos aqueles eventos que irão ser marcados agora, por que todo mundo vai querer. E a briga por data será muito grande”, afirma. 

continua após publicidade

A produtora de eventos Lilian Dyene Ferreira Plinio conta que a procura aumentou desde julho, quando o Governo do Estado liberou eventos com até 500 convidados. 

“Naquela época já deu uma aquecia boa, vários fechamentos de contrato para o ano que vem e até 2023. Agora, com o novo decreto ajuda muito. Estamos muito felizes, aguardamos muito tempo, sabíamos que era algo que não tinha o que fazer, é o nosso ganha pão, nosso trabalho, mas não podemos brincar com a saúde, graças a Deus a vacina ajudou muito, estamos bem otimistas e felizes com tudo que está acontecendo, finalmente estamos voltando para isso”, assinala. 

Decreto

A Sesa informou que as medidas restritivas foram alteradas devido à queda do número de casos de Covid-19 e da ocupação de leitos hospitalares, com validade até 1º de outubro. Contudo, a normativa pode ser alterada de acordo com o cenário epidemiológico ou a situação vacinal.

Por, Cindy Santos - Jornalista do Grupo Tribuna do Norte 

Tags relacionadas: #Apucarana #eventos #PANDEMIA