Mais lidas

    Apucarana

    Contorno Sul

    Concessionária libera viaduto da “Nova Ukrânia” ao tráfego

    Concessionária libera viaduto da “Nova Ukrânia” ao tráfego
    Foto por Divulgação/PMA
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 17.12.2020, 11:08:37 Editado em 17.12.2020, 11:08:29
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A concessionária CCR RodoNorte liberou nesta quarta-feira (16/12) o tráfego de veículos sobre o viaduto construído no Contorno Sul de Apucarana, nas imediações do Jardim Catuaí. Chamado de viaduto da “Nova Ukrânia, o elevado integra as obras de duplicação do trecho de 11,8 quilômetros do contorno e possibilita maior agilidade os motoristas que passam pela rodovia (BR-376) e segurança ao fluxo para quem acessa ou deixa a cidade através da rua Nova Ukrânia, via urbana que foi recentemente  remodelada pela Prefeitura de Apucarana para absorver a nova demanda.

    A obra de arte especial (OAE), como os viadutos são chamados na construção civil, envolveu ainda serviços complementares importantes, com construção de alças, marginais e implantação das entradas e saídas bem sinalizadas. “A transposição da rodovia se dá por cima, enquanto a via de tráfego principal (rodovia) acontece por baixo do elevado”, relata o prefeito Júnior da Femac.

    Júnior pontua que, assim como a entrega do viaduto no acesso à cidade pela Rua Cristiano Kussmaul, na altura da estrada velha do Rio Bom, ocorrido em julho deste ano, a liberação do tráfego de veículos no viaduto “Nova Ukrânia” é outro momento histórico para Apucarana. “É mais uma frente de desenvolvimento que se abre nesta região, possibilitando expansão imobiliária, comercial e industrial”, diz o prefeito assinalando que além de várias indústrias e operacionalização do aterro sanitário, a região do Contorno Sul está recebendo um novo cemitério municipal. “Também já há na prefeitura solicitações para liberação de novos loteamentos residenciais para a região”, informa.

    Júnior recorda a luta política para garantir a duplicação do contorno. “Com os ajustes de contrato, essa obra iria ser retirada do cronograma da concessionária, mas com a gestão Beto Preto Apucarana reconquistou representatividade política no cenário paranaense. Lutamos muito, o Beto como prefeito e eu enquanto vice, e a obra foi mantida”, relembrou o prefeito Júnior da Femac.Além de garantir que a concessionária executasse a obra, a Prefeitura de Apucarana desempenhou papel ativo na duplicação do Contorno Sul, arcando com as desapropriações de áreas ao longo do trecho. “A prefeitura esteve sempre presente na execução desta duplicação, acompanhando a elaboração do projeto, sugerindo alterações importantes que garantiram melhor mobilidade, como a construção de dois viadutos, até a colaboração direta, arcando as desapropriações necessárias”, relata o prefeito Júnior da Femac.

    A presidente da CCR RodoNorte, engenheira Thais Caroline Labre, enalteceu as boas parcerias firmadas com prefeitura na duplicação. “Sem o trabalho do prefeito Júnior e das suas equipe da secretaria de obras, jurídico e patrimônio, agilizando os processos de desapropriações, a obra não teria saído”, assinalou.

    A duplicação – Iniciada em agosto de 2018, a duplicação do Contorno Sul foi executada em duas etapas. A primeira fase compreendeu a duplicação de 4,5 quilômetros entre o acesso da cidade nas proximidades do 10º Batalhão da Polícia Militar e a entrada para a estrada velha para Rio Bom. Já a segunda fase envolveu a duplicação de trecho entre a estrada velha para Rio Bom e o chamado “viaduto do Contorno Sul”, no acesso a Apucarana para quem vem de Curitiba.

    Além de dois viadutos – acesso a estrada velha de Rio Bom (concluído em julho) e o da “Nova Ukrânia” (entregue nesta semana) – o projeto contemplou ainda uma ponte sobre o Córrego Biguaçu.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Concessionária libera viaduto da “Nova Ukrânia” ao tráfego"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.