MAIS LIDAS
VER TODOS

APUCARANA

Comércio adota medidas preventivas para identificar dinheiro falso

Somente na semana passada, casos do tipo foram registrados em três municípios da região

Da Redação

·
Escrito por Da Redação
Publicado em 19.12.2022, 17:01:21 Editado em 19.12.2022, 17:12:47
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

Com a aproximação das festas de fim de ano, as ocorrências envolvendo dinheiro falso começaram a crescer. Somente na semana passada, casos do tipo foram registrados em três municípios da região de Apucarana, norte do Paraná. E com mais dinheiro circulando na praça, comerciantes adotaram medidas preventivas para evitar prejuízo.

continua após publicidade

A presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Apucarana (Sivana), Aída Assunção, que também é empresária, orienta que os comerciantes se mantenham atentos e com muita calma para analisar os elementos de segurança das notas. Segundo ela, o uso de equipamentos específicos também é de grande ajuda. No caso da empresária, ela usa um aparelho que emite uma luz neon para revelar elementos fluorescentes nas notas originais.

- LEIA MAIS: Suspeitos são detidos após fazerem compras com notas falsas em Jandaia

continua após publicidade

“Na hora de lidar com dinheiro é preciso ter tranquilidade. Os bandidos têm se aperfeiçoado, mas a gente lida com dinheiro diariamente e vai se acostumando com os detalhes das notas originais. A pessoa pode olhar a marca d’água, analisar a faixa holográfica sentir a textura do alto relevo. E quando ela é falsa a nota é mais lisa, isso é perceptível. Todo cuidado é pouco”, orienta.

Gerente de uma pastelaria, Gleison Miqueias Pontes da Silva, lida com dinheiro diariamente há mais de 10 anos e já se acostumou com a textura das notas originais, o que ajuda bastante para evitar prejuízos com notas falsas. Mas em caso de dúvidas, ele utiliza uma caneta que denuncia dinheiro falsificado.

“Faz muito tempo que pegamos uma nota falta de R$ 20. Só percebemos depois que a compra foi feita, na hora de fechar o caixa. Isso é complicado, porque é um prejuízo para o comerciante. O banco não troca dinheiro falso, então é preciso ter muito.cuidado”, alerta.

continua após publicidade

- LEIA MAIS: PF prende distribuidor de cédulas falsas em Arapongas

Idália Soares Bonfim trabalha no caixa de uma loja de confecção há cinco anos. Só no comércio de Apucarana são quase 30 anos de atuação o que conferiu a ela bastante experiência para identificar notas falsas.

Em todas as empresas que trabalhei sempre recebi instrução de como identificar notas falsas. Tanto que no decorrer deste tempo que trabalho no comércio, nunca deixei uma nota falsa passar sem ser identificada"

continua após publicidade
- Idália Soares Bonfim, atendente de caixa,

Durante as entrevistas, a reportagem percebeu que alguns comerciantes se atentam somente à marca d’agua e à textura das notas. As cédulas, entretanto, possuem muitas outras particularidades que podem ser observadas para confirmar sua originalidade. E no site do Banco Central é possível obter essas informações sobre os elementos de segurança:

continua após publicidade
Comércio adota medidas preventivas para identificar dinheiro falso
Icone Camera Foto por Reprodução/ Banco Central
  • - Nas cédulas da segunda família do real, verifique a marca-d'água, o número escondido, a faixa holográfica (nas notas de 50 e 100 reais) e o número que muda de cor (nas notas de 10 e 20 reais). Sinta também o alto-relevo.
  • - Nas notas da primeira família verifique a Marca-d'Água, a Imagem Latente e o Registro Coincidente. Verifique também o Relevo.

- LEIA MAIS: PF prende distribuidor de cédulas falsas em Rolândia

falsificação é crime

A falsificação é crime previsto pelo artigo 289 do Código Penal, com pena prevista de 3 a 12 anos de prisão. Quem tentar colocar uma cédula falsa em circulação depois de tomar conhecimento de sua falsidade, mesmo que a tenha recebido de boa-fé, pode ser condenado a uma pena de 6 meses a 2 anos de detenção.

continua após publicidade
Comércio adota medidas preventivas para identificar dinheiro falso
Icone Camera Foto por Reprodução/ Banco Central

Como proceder no caso de receber uma cédula suspeita:

a) de um terminal de autoatendimento ou caixa eletrônico:

Dentro de uma agência bancária e durante o expediente - encaminhar-se ao gerente da agência para pedir providências de pronta substituição. Se não obtiver solução satisfatória com o gerente do banco, o cidadão pode procurar uma delegacia policial mais próxima para registrar uma possível ocorrência.

Fora de uma agência ou do horário do expediente bancário - na primeira oportunidade, dirigir-se ao gerente de sua agência bancária para pedir providências de pronta substituição. Se não obtiver solução satisfatória com o gerente do banco, o cidadão pode procurar uma delegacia policial mais próxima para registrar uma possível ocorrência.

b) numa transação do dia a dia:

Se você desconfiar da autenticidade de uma nota após observar os elementos de segurança ou comparar com outra cédula legítima, você pode recusá-la. É importante sempre recomendar ao dono do exemplar suspeito que procure uma agência bancária para encaminhamento da nota para ser analisada pelo Banco Central.

​O Banco Central (BC) examina se uma nota suspeita é verdadeira ou não. As notas falsas não são trocadas pelo Banco Central ou pelo governo. O dinheiro suspeito pode ser apresentado a uma agência bancária, que se encarregará de encaminhá-lo para análise do BC.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Comércio adota medidas preventivas para identificar dinheiro falso"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!