Colégio emite nota sobre caso de professor investigado por suspeita de assédio - TNOnline
Mais lidas

    Apucarana

    DENÚNCIA

    Colégio emite nota sobre caso de professor investigado por suspeita de assédio

    Foto por Reprodução
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 07.07.2020, 11:58:49 Editado em 07.07.2020, 11:58:17
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O Colégio Nossa Senhora da Glória de Apucarana, divulgou uma nota na manhã desta terça-feira (7), falando sobre o caso de um professor que é investigado por suspeita de assédio. 

    "É importante esclarecer que não compactuamos com as condutas descritas, com nenhum tipo de assédio ou práticas que desrespeitem a dignidade dos alunos. Repudiamos qualquer ato que viole a moralidade, os bons costumes, a privacidade e intimidade das mulheres e nos solidarizamos com as vítimas de atos desta natureza. Esclarecemos que nenhum aluno ou responsável envolvido nessas denúncias procurou a direção ou equipe pedagógica do Colégio quanto aos fatos narrados nas mesmas, nem na época que ocorreram e nem posteriormente. Frisamos que não tivemos conhecimento quanto a relatos atuais envolvendo o professor denunciado e nem qualquer outro professor da Instituição," diz um trecho da nota.

    O professor, segundo a instituição, foi afastado de suas atividades no dia 29/05, antes mesmo da formalização das denúncias perante a Delegacia da Mulher de Apucarana.

    "O Colégio Nossa Senhora da Glória vem esclarecer que tão logo tomou conhecimento e enquanto apura os fatos, afastou o professor de suas atividades, desde o dia 29/05/2020, antes mesmo da formalização das denúncias perante a Delegacia da Mulher de Apucarana. No mesmo dia encaminhamos comunicado aos pais acerca dos fatos. No dia 03/07/2020, foi encaminhado novo comunicado aos pais, comunicado este que reiterava a posição do Colégio em relação aos encaminhamentos dados desde o início da apuração dos fatos, ou seja, não se trata de um pronunciamento que comunica o afastamento do professor, tendo em vista que tanto alunos quanto pais já sabiam deste afastamento desde o dia 29 de maio."

    Confira a nota na íntegra: 

    "O Colégio Nossa Senhora da Glória vem esclarecer que tão logo tomou conhecimento e enquanto apura os fatos, afastou o professor de suas atividades, desde o dia 29/05/2020, antes mesmo da formalização das denúncias perante a Delegacia da Mulher de Apucarana. 

    No mesmo dia encaminhamos comunicado aos pais acerca dos fatos. No dia 03/07/2020, foi encaminhado novo comunicado aos pais, comunicado este que reiterava a posição do Colégio em relação aos encaminhamentos dados desde o início da apuração dos fatos, ou seja, não se trata de um pronunciamento que comunica o afastamento do professor, tendo em vista que tanto alunos quanto pais já sabiam deste afastamento desde o dia 29 de maio.

    Assim, desde 04/06/2020 a carga horária da matéria vem sendo cumprida normalmente, lecionada por um profissional do Sistema Positivo de Ensino, o Prof. Danilo Capelari. No dia 02/07/2020, os novos professores contratados, iniciaram suas atividades como professores na instituição. É importante esclarecer que não compactuamos com as condutas descritas, com nenhum tipo de assédio ou práticas que desrespeitem a dignidade dos alunos. Repudiamos qualquer ato que viole a moralidade, os bons costumes, a privacidade e intimidade das mulheres e nos solidarizamos com as vítimas de atos desta natureza. 

    No final do mês de maio/2020, tomamos conhecimento do movimento que vinha acontecendo nas redes sociais, onde mulheres denunciavam através da #exposedapucarana assédios que teriam sofrido, dentre os relatos, alguns deles envolviam professores. Posteriormente a isso, as mulheres procuraram a Delegacia da Mulher e registraram Boletim de Ocorrências, formalizando as denúncias.

    Esclarecemos que nenhum aluno ou responsável envolvido nessas denúncias procurou a direção ou equipe pedagógica do Colégio quanto aos fatos narrados nas mesmas, nem na época que ocorreram e nem posteriormente. Frisamos que não tivemos conhecimento quanto a relatos atuais envolvendo o professor denunciado e nem qualquer outro professor da Instituição.

    O Colégio coloca-se à disposição para esclarecimento das dúvidas de responsáveis e alunos sobre qualquer assunto relacionado ao tema. Além disso, estamos abertos para ouvir e auxiliar alunos ou ex alunos, pais ou responsáveis que tiverem relatos envolvendo situações semelhantes. O Colégio está colaborando com os órgãos competentes quanto à investigação em curso, empenhada para que tudo seja esclarecido com urgência e celeridade." 

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Colégio emite nota sobre caso de professor investigado por suspeita de assédio"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.