Apucarana

Casa do Mel homenageia Dia Mundial da Abelha

Data instituída pela ONU em 2018 visa estimular a reflexão sobre importância fundamental do inseto para vida no planeta e despertar ações para preservá-lo. #tnonline #apucarana

Da Redação ·

Nesta quinta-feira (20) a Casa do Mel homenageia o Dia Mundial da Abelha, celebrado pela ONU desde 2018 para estimular a reflexão e a proteção do inseto essencial à manutenção da vida. As abelhas vêm decrescendo em número e variedade pela devastação de seu habitat, impactado pela atividade humana.

continua após publicidade

As abelhas são homenageadas diariamente na Casa do Mel que, além do mel certificado com selo do SIM (Serviço de Inspeção Municipal), 100% puro, comercializa  produtos derivados, de empreendimentos do Programa de Economia Solidária e Protagonismo Feminino, da Secretaria Municipal da Mulher e Assuntos da Família.

“É uma grande conquista para nossa cidade ter um entreposto como a Casa do Mel, que vem ajudando a agregar valor à produção local, servindo como apoio aos produtores. Ao mesmo tempo, a cidade ganhou mais um espaço de venda da economia solidária”, explica a secretária da Mulher de Apucarana Denise Canesin.

continua após publicidade

O entreposto municipal comercializa pão de mel (Chant & Cake), bolachas de mel (Nutrisabor), artesanato (Artes da Ioiô) e uma novidade: panos com cera de abelha (Irmãs Bertasso), que substituem o plástico e o papel alumínio na conservação dos alimentos. Às quintas e sextas-feiras, hortifrutis sem pesticidas, da horta solidária, também são vendidos no local.

Para o prefeito Junior da Femac, a inauguração do Espaço das Feiras e da Casa do Mel são esforços da administração municipal para dar suporte aos produtores locais. “A cidade de Apucarana é uma das maiores produtoras de mel do Estado, com cerca de 28 toneladas por ano. Nosso objetivo é estimular a produção não apenas do mel, claro que o produto principal, mas também de produtos com valor agregado”, complementa.

Serviço

continua após publicidade

Casa do Mel – Av. Aviação, 1525, na Vila Nova, aberta de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O telefone de contato é o celular (43) 99626-8367.

Você sabia…?

No mundo são mais de 20 mil espécies de abelhas, com diferentes tamanhos, cores, comportamento e ciclos de vida. No Brasil, a literatura registra cerca de 1500 espécies. As abelhas têm função essencial à manutenção da vida, já que são as polinizadoras da maioria dos cultivos.

continua após publicidade

As abelhas vêm sendo ameaçadas pela alteração e destruição de seu habitat natural e pelo uso excessivo de agrotóxicos, sofrendo redução da diversidade e da quantidade Estudo da FAO-ONU mostra que as abelhas são fundamentais para a segurança alimentar e para a conservação da biodiversidade – e que muitas espécies estão sob risco de extinção de 100 a mil vezes mais alto que o normal por causa do impacto humano a meliponicultura é a criação de abelhas nativas do Brasil que têm como característica a ausência de ferrão – elas se defendem com mandíbulas e patas.

Entre as espécies de abelhas sem ferrão estão Jataí, Uruçú, Mandaçaia, Jandaíra, Tiúba e Tubía apicultura é a criação da abelha Apis Mellifera. É conhecida no Brasil como abelha africanizada e foi introduzida pelos religiosos europeus, em busca de cera para a confecção de vela e uso do mel. Elas possuem ferrão no abdômen para defesa da colmeia