Apucarana

Candidatos ‘suam camisa’ durante preparação para teste da GCM; veja

Em duas semanas será realizada a etapa considerada mais desafiadora para boa parte dos candidatos às 25 vagas do concurso para a GCM de Apucarana

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
De acordo com o edital, serão realizados três testes de suficiência física, de caráter eliminatório para quem não conseguir atingir todos os critérios mínimos
fonte: Vitor Flores - TNOline
De acordo com o edital, serão realizados três testes de suficiência física, de caráter eliminatório para quem não conseguir atingir todos os critérios mínimos

Em duas semanas será realizada a etapa considerada mais desafiadora para boa parte dos candidatos às 25 vagas do concurso para a Guarda Civil Municipal (GCM) de Apucarana. Aprovados na primeira fase do certame, entre 200 homens e 100 mulheres, correm contra o tempo para se prepararem para o exame de aptidão física marcado para o próximo dia 31, no Ginásio Esportivo Lagoão. Veja no vídeo abaixo.

continua após publicidade

Estão em disputa 20 vagas para homens e 5 mulheres. De acordo com o edital, serão realizados três testes de suficiência física, de caráter eliminatório para quem não conseguir atingir todos os critérios mínimos. 

Os testes serão o Shutlerun – uma espécie de corrida de ir e vir com bastões em um espaço de 9,14m; corrida livre de 12 minutos – onde o candidato precisa correr mais de 1,8 km para não ser eliminado - e o desafio na barra, esse talvez o mais temido. Nessa prova, o candidato precisa fazer no mínimo 2 trações. Para as mulheres, o teste é a isometria em barra fixa, com 7,6 segundos obrigatórios na posição de pegada pronada.

continua após publicidade

É no local onde a prova será aplicada, o Lagoão, que muitos candidatos vem se reunindo para treinar. Caso da estudante Nicoly Denobi, 28 anos, que vem treinando semanalmente e tenta passar do teste físico, etapa que foi reprovada em sua última tentativa de concurso público. “Iniciei em duas semanas, mas preciso de um pouco mais de treinamento, tenho bastante dificuldade na barra. Já fiz outros concursos, todos relacionados à segurança pública e o último que fiz, reprovei justamente no exame físico. Mas acredito que desta vez vou conseguir a nota mínima”, disse.

Outro candidato, Dieime Bonifácio, 29 anos, disse que os treinamentos estão intensos e acredita na aprovação. “Faz três semanas que comecei o treino, evolui bastante na resistência na corrida e na barra. Acho que a barra, para todos os concursos de carreira policial, é a que mais pesa para a aprovação. Estou bastante confiante e estou dando o meu máximo para conseguir um lugar na GCM”, disse o auxiliar financeiro. (VITOR FLORES)

Instrutor dá dicas de treino

continua após publicidade

Nicoly e Dieime fazem parte do grupo do professor de educação física e policial militar Erick Rodrigo de Oliveira. Ele e mais dois educadores estão auxiliando um grupo de 25 candidatos.

Segundo ele, entre os três desafios do exame físico, o teste em que os candidatos sentem mais dificuldade é a barra. E ele tem dicas para melhorar o desempenho. “Na parte feminina, com a isometria, o certo é fazer uma contração de abdome e trabalhar sempre os braços bem fechados, que elas vão conseguir ganhar um pouco mais de tempo na hora da prova, além de mais resistência. O ideal é fazer bastante flexão, trabalhar bastante abdômen”, recomenda. 

Para os homens, com o teste da tração da barra fixa, o Erick recomenda outro tipo de treinamento. “A parte masculina, como a pegada é supinada, a dica é subir na barra, segurar e vai descendo até a falha (falhar). Faz duas ou três vezes por semana, mas não todo dia, porque o músculo também precisa de descanso”, explica. Assista:     null - Vídeo por: Reprodução   Por, Vitor Flores

continua após publicidade




GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News