Apucarana

Candidato causa tumulto durante concurso da GCM de Apucarana

Ele não se atentou ao edital e apresentou um RG digital no momento da prova

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Candidato causa tumulto durante concurso da GCM de Apucarana
fonte: TNonline

Um candidato não se atentou ao edital e precisou ser retirado da sala de provas do concurso da Guarda Civil Municipal (GCM) de Apucarana, realizado na manhã deste domingo (15). Segundo o comandante da GCM, Alessandro Carletti, o candidato apresentou uma identidade digital para realizar a prova no campus da Universidade Estadual do Paraná (Unespar). Contudo, o item 8.9 do edital publicado pela Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Estadual de Londrina (Fauel), responsável pelo certame adiantou que não seriam aceitos documentos digitais no concurso. 

continua após publicidade

Ainda conforme Carletti, o candidato tentou causar tumulto na sala e precisou ser retirado do local. Inconformado, ele acionou a Polícia Militar (PM) e registrou um boletim de ocorrência, com objetivo de entrar com recurso judicial posteriormente. 

"Acredito que ele tentará entrar com recurso, mas não vai resolver porque consta no edital do concurso que seriam aceitos documentos físicos e que não seriam aceitos documentos digitais. É uma regra e tivemos que cumprir", reitera.

continua após publicidade

Também na manhã deste domingo, ao menos oito pessoas inscritas no concurso não puderam participar do certame, porque chegaram atrasadas aos locais de prova. De acordo com a GCM, foram registrados atrasos de dois candidatos na Unespar e seis na Fap. Os portões foram abertos às 8 horas e fechados às 8h45.  


GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News