Apucarana

'Bairro Monitorado': projeto em Apucarana ajuda na segurança

Existem câmeras nos Jardins Itália, Interlagos e Apucarana; entenda

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O projeto 'Bairro Monitorado' vem auxiliando na segurança pública de Apucarana. Sem pagar por mensalidade, moradores podem monitorar a rua em que vivem através de câmeras de segurança. Fernando Luis Bespalhok, mais conhecido como 'macarrão' é o responsável pelo programa que já beneficiou três regiões da cidade.

continua após publicidade

Existem câmeras nos Jardins Itália, Interlagos e Apucarana. O projeto também é desenvolvido em bairros de Rolândia e Maringá. "O projeto já existe há mais de três anos e é gratuito. Os moradores se reúnem para adquirir as câmeras que são Full HD, que significa alta definição de imagens, são câmeras que possibilitam identificar a leitura das placas de veículos e também reconhecimento facial. Os moradores compram o equipamento. O valor do equipamento é dividido entre os moradores participantes do projeto, mas não tem taxas de manutenção e nem mensalidades. Cada morador tem um login de usuário, senha e usam um aplicativo gratuito. Eles podem ter acesso no celular, tablet, notebook ou computador em qualquer lugar de onde você tenha acesso à internet", explica Fernando. 

A ideia de fornecer a instalação do projeto surgiu com a intenção de auxiliar com a segurança do município. "Pensei em fazer o projeto em forma de colaborar com a segurança pública de uma forma comunitária, sem cobrar nada. As pessoas se sentem mais seguras em andar por certos bairros, e percebemos que furtos, arrombamentos diminuíram em locais com o monitoramento", disse.

continua após publicidade

Edson da Silva, de 42 anos, concorda que o monitoramento traz mais segurança e acompanha o movimento da rua em que mora através do projeto. "Para nós moradores, que tem o sistema de câmeras comunitária é bom, dá mais segurança, a gente tem acesso de onde estiver, mesmo não estando em casa a gente consegue ver como tá a movimentação na rua. Recomendo o projeto e vejo como aliado", detalha. 

Para mais informações sobre o projeto, basta entrar em contato pelo telefone: (43) 9969-6740. 

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News