Apucarana

Aserfa fixa prazo para reforma e limpeza de túmulos

Os serviços de construção, reforma ou pintura serão permitidos até o dia 28 de outubro

Da Redação ·

Visando o Dia de Finados, a Autarquia dos Serviços Funerários de Apucarana (Aserfa) definiu os prazos para reforma e limpeza de túmulos nos cemitérios municipais. De acordo com o decreto 480/2020, os serviços de construção, reforma ou pintura serão permitidos até o dia 28 de outubro. Já a limpeza dos túmulos poderá ser feita até o dia 31 de outubro.

continua após publicidade

Apucarana possui três cemitérios municipais: Saudade, Cristo Rei e do Distrito de Pirapó. De acordo com Marcos Bueno, diretor-presidente da Aserfa, a reforma será permitida mediante documento de autorização. “Essa autorização poderá ser obtida no escritório existente no Cemitério Cristo Rei. Já as famílias que têm entes sepultados no Cemitério da Saudade e no Cemitério do Distrito do Pirapó, devem providenciar a autorização na Aserfa”,  informa Bueno, acrescentando que, ao encaminhar o pedido para a reforma, os familiares deverão apresentar o título de aforamento do túmulo e documentos pessoais.

O diretor-presidente da Aserfa lembra que todos os protocolos de enfrentamento ao Covid-19 deverão ser seguidos no Dia de Finados. “Nas entradas dos cemitérios estaremos disponibilizando álcool gel e o acesso aos cemitérios será permitido somente com máscara”, reitera, informando que também haverá equipes de fiscalização no Dia de Finados para evitar aglomerações. “Normalmente, as pessoas encontram pessoas conhecidas e o pedido é no sentido de que sejam evitadas as aglomerações”, orienta.

continua após publicidade

Outra preocupação da Aserfa no Dia de Finados é com relação ao combate do mosquito transmissor da dengue. “Solicitamos que as pessoas tenham especial atenção com as flores, sejam em forma de ramalhete ou em vasos. Devem ser tomadas as precauções para que as plantas sejam acomodadas de forma a não acumular água, para que não se tornem um futuro foco para proliferação do mosquito. O ideal é de que os plásticos do ramalhete sejam removidos e que os vasos, mesmo que as plantas sejam artificiais, tenham furos no fundo, para escoamento da água da chuva”, pede o diretor-presidente da Aserfa.

Tags relacionadas: #Apucarana #FINADOS #prazo #TÚMULOS