Apucarana

Aserfa faz campanha para manutenção de túmulos; veja

Aproximadamente 200 túmulos precisam de algum tipo de reparo

Da Redação ·

A Autarquia de Serviços Funerários de Apucarana, Aserfa, alerta para a importância da manutenção dos jazigos. Existem nos três cemitérios da cidade 13.816 túmulos e aproximadamente 200 precisam de algum tipo de reparo. 

continua após publicidade

Conforme Marcos Bueno, superintendente da Aserfa, é importante que os donos de túmulos realizem a manutenção ou podem perder o terreno. "Não existe nenhum túmulo com lajes quebradas, que poderia expor os restos mortais. Já, os que estão assinalados com um X em vermelho, necessitam de algum reparo simples ou de identificação com número do terreno e nome do falecido, ou mesmo um novo reboco ou uma calçada. De acordo com a lei do código de postura do município, essas pessoas estão sujeitas a reversão ao município, uma penalidade caso deixe por muito tempo o túmulo abandonado. São 13.816 títulos de aforamentos nos três cemitérios, tem que ser levado em conta que existem bastante títulos de dois terrenos, onde há jazigos grandes de seis ou mais gavetas", explica.

Ainda de acordo com Marcos, não é obrigatório revestir os túmulos com cerâmica ou granito, mas é preciso manter o jazigo em boas condições. "A Aserfa não exige túmulos revestidos de granito, cerâmica ou porcelana. Exigimos o básico, um cimento em bom estado, calçada de mais ou menos 20 centímetros para garantir a segurança da estrutura, número do terreno, se tiver falecido, o nome e a data do falecimento, todo esse cuidado é para preservar a memória, sinal de respeito. A Aserfa faz sua parte em relação a estrutura e cada concessionário de terreno deve fazer também", comenta. 

continua após publicidade

O superintendente ainda disse que o município realiza uma campanha alertando para a manutenção dos túmulos e que o município não determinou prazo para que os reparos fossem realizados. "Por enquanto se trata de uma campanha permanente para evitar que túmulos, por falta de manutenção, venham ruir ou deteriorar as suas lajes. A cada dois anos, mais ou menos, se faz as notificações aos concessionários dos terrenos, sob a possibilidade de extinção da titularidade do terreno", detalha.

Para realizar uma manutenção é preciso pedir uma autorização ao município. "A pessoa pode ir diretamente na Aserfa ou procurar o escritório do cemitério e a pessoa solicita autorização, sem nenhum custo, somente para controle interno das obras. A manutenção pode ser realizada durante a semana, entre às 8h e 18h", finaliza. 

Assista:  

 Aserfa faz campanha para manutenção de túmulos; veja - Vídeo por: Reprodução