Apucarana

Apucaranenes de 59 anos serão vacinados na terça-feira

Na segunda-feira serão os profissionais da educação de 35 a 39 anos e na terça inicia a população em geral

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Apucaranenes de 59 anos serão vacinados na terça-feira
Apucaranenes de 59 anos serão vacinados na terça-feira

Neste domingo (06), o prefeito de Apucarana Jr da Femac, anunciou novas faixas etárias para vacinação a partir de segunda e terça-feira (08). Da mesma forma o procedimento será no sistema de drive-trhu no Complexo do Lagoão.

continua após publicidade

Assim sendo na segunda-feira cerca de 900 profissionais da educação de 35 a 39 anos devem receber a primeira dose da AstraZeneca. Na terça-feira por sua vez, a população em geral com 59 anos de idade também abre a nova etapa de imunização por idades no município.

O prefeito também informou que as gestantes e puérperas em geral a partir dos 18 anos, seguirão com a vacinação pelo plano nacional de imunização com a primeira dose da Pfizer.

continua após publicidade

Júnior fez um apelo aos que ainda por ventura, não tomaram a segunda dose da Coronavac. "Os que não tomaram a segunda dose devem também ir ao Lagoão. É só chegar no Lagoão e nossa equipe estará preparada. Não tem problema, estamos abrindo mais uma oportunidade porque não queremos que ninguém fique sem a segunda dose de reforço da Coronavac", disse.

A nova etapa de vacinação para a população em geral, se tornou possível por empenho da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), junto ao Conselho Nacional de Saúde que autorizou o avanço a partir da finalização das etapas com as pessoas com comorbidades.

Para a vacinação a partir da faixa etária, Apucarana passará exigir documentos de comprovação de residência. "Como não se tem exatamente um número de quantidade de pessoas devem ser vacinados, então vamos pedir além de documento com foto, um comprovante de residência, que pode ser conta de água, luz ou telefone (máximo 90 dias)", pontua o prefeito.

O objetivo da medida é resguardar o serviço de questionamentos posteriores. "Isso é para que não haja problemas com a quantidade de doses. Nós achamos que deve ser o suficiente mas vamos proceder assim", conclui Jr.