Apucarana

Apucarana vai incentivar a pecuária leiteira

Programa deve firmar parcerias com Emater, Colégio Agrícola e o curso de agronomia da FAP.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Apucarana vai incentivar a pecuária leiteira
Apucarana vai incentivar a pecuária leiteira

O Programa Terra Forte de Apucarana terá mais uma ação, depois de desenvolver a fruticultura e promover o resgate da cafeicultura. Agora, haverá incentivo à pecuária leiteira, que atualmente conta com cerca de 40 produtores. A proposta na primeira etapa, é apoiar a alimentação do plantel e, num segundo momento, adquirir parte da produção para a merenda escolar.

continua após publicidade

O assunto foi debatido nesta terça-feira (29) pelo prefeito Junior da Femac com o secretário municipal de Agricultura, Gerson José Santino Canuto, e o engenheiro agrônomo da pasta, André Maller. O Município deverá buscar parcerias para viabilizar o projeto com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR), o Colégio Agrícola Manoel Ribas e o curso de agronomia da Faculdade de Apucarana (FAP).

O primeiro passo será a realização de um diagnóstico da atividade no Município, que acontecerá no mês de julho. “Os produtores serão visitados para verificar como o Município poderá cooperar, especialmente no tocante à alimentação dos animais. A intenção é que o Município produza mudas de alto valor nutritivo, como o capim elefante anão, fornecendo-as para os produtores”, exemplifica Junior da Femac.

continua após publicidade

O diagnóstico também pretende levantar dados mais precisos sobre a pecuária leiteira no Município, buscando saber o número de vacas e a atual produção, a estrutura existente na propriedade, os equipamentos utilizados, o preço médio obtido pelo litro de leite e onde o produto é comercializado.

Além de tornar a atividade menos dependente de ração, o que acaba encarecendo a produção, outro objetivo é melhorar as condições técnicas da atividade. “E isso envolve questões agrárias, de veterinária, zootecnia, sanidade dos animais, genética e reprodução”, cita o engenheiro agrônomo André Maller.

O prefeito Junior da Femac reitera que a meta é melhorar a qualidade da produção e também, com o tempo, promover o crescimento do número de produtores. “Assim como aconteceu com a fruticultura que incentivou a diversificação e também com a renovação dos cafezais, temos certeza que o Terra Forte de Incentivo à Pecuária Leiteira também obterá êxito, gerando mais renda no campo”, reforça Junior da Femac.