Apucarana

Apucarana vai ampliar hortas solidárias com três unidades

Haverá a inclusão das UBS’s Elayne Mazur (Jardim Interlagos), Osvaldo Damin (Vila Martins) e Emília Cretuchi (Parque Bela Vista)

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Apucarana vai ampliar hortas solidárias com três unidades
fonte: Prefeitura Municipal de Apucarana

Nesta sexta-feira (04), foi anunciado que mais três unidades básicas de saúde vão integrar o Programa Municipal de Hortas Solidárias, na cidade de Apucarana. Haverá a inclusão das UBS’s Elayne Mazur (Jardim Interlagos), Osvaldo Damin (Vila Martins) e Emília Cretuchi (Parque Bela Vista).

continua após publicidade

Os novos espaços do Projeto Acolher começam a ser estruturados nos próximos dias pela equipe gestora do programa e a implantação dos canteiros acontecerá de forma gradativa com envolvimento dos profissionais da própria UBS e usuários do sistema de saúde de cada localidade. “Mais do que a produção de alimentos saudáveis, este programa de hortas urbanas visa atender o ser humano, tornando-se ambientes de interação social, acolhimento, geração de renda e, sobretudo, promoção da saúde física e mental”, pontua o prefeito Júnior da Femac.

Desenvolvida em parceria pelas secretarias Municipais da Mulher e Assuntos da Família, da Assistência Social, da Agricultura e de Serviços Públicos, as hortas solidárias tiveram início a partir do “Espaço Empreender”, na Vila Nova. “Este local é o piloto deste projeto diferenciado, que deu tão certo que a área de plantio já foi ampliada de 1,8 mil metros quadrados para 2,4 mil metros quadrados”, destaca o prefeito, frisando que parte da expansão beneficia pessoas assistidas pela organização não governamental Projeto Renascer.

continua após publicidade

Tudo que é produzido é comercializado pelas famílias, garantindo uma fonte de geração de renda. “A venda é feita de porta em porta pelos próprios produtores, mas muitos clientes hoje já comparecem diretamente nas hortas”, assinala a coordenadora do programa.

Além da área para plantio, as famílias recebem da prefeitura toda assessoria técnica para a produção. “A adubagem dos canteiros é feita com ajuda da Secretaria da Agricultura, que cede os insumos. Também plantamos flores em todas as hortas, atraindo as abelhas que promovem a polinização. Não usamos nenhum tipo de aditivo ou pesticida. Tudo é 100% natural”, afirmou Maura Fernandes, coordenadora da iniciativa municipal.

Entre as verduras e legumes produzidos nas hortas solidárias estão rúcula, alface de três qualidades (roxa, mimosa e americana), almeirão, repolho, pimentas, couve, salsinha, cebolinha, brócolis, tomate cereja, quiabo e chuchu. “Em alguns locais também a canteiros com ervas aromáticas e medicinais”, revela Maura.

continua após publicidade

O secretário Municipal de Saúde, Emídio Bachiega, afirma que a expansão do projeto para mais três unidades básicas de saúde é prova de que o projeto tem atingido seus objetivos. “Além de todos os benefícios sociais, com destaque à geração de renda, as hortas solidárias contribuem de forma terapêutica para uma melhor qualidade de vida das pessoas envolvidas no que tange a saúde física e mental”, pontua o secretário.

As famílias que participam do programa passam por capacitação. “Todos os envolvidos nas hortas solidárias recebem capacitação na perspectiva do Programa de Economia Solidária e Protagonismo Feminino, que já beneficiou cerca de mil mulheres desde o seu início, gerando trabalho e renda em diversos segmentos”, esclarece Denise Canesin, secretária da Mulher e Assuntos da Família de Apucarana.


Fonte: Prefeitura Municipal de Apucarana.