Apucarana

Apucarana recebe mais de R$ 1,4 milhão para a saúde

Recursos foram liberados nesta quarta-feira, em evento realizado no Palácio Iguaçu

Da Redação ·

Em evento no Palácio Iguaçu, o Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), liberou nesta quarta-feira (9) um montante de R$ 1.432.162,10, para novos investimentos na saúde pública de Apucarana. Os recursos serão direcionados à compra de mais duas ambulâncias e reformas e ampliações em quatro Unidades Básicas de Saúde (UBSs), além de R$ 400 mil para aplicações em custeio de urgências e emergências médicas.

continua após publicidade

“Somos muito gratos ao Governador Carlos Massa Ratinho Junior e ao secretário de saúde Beto Preto, que tem sido o nosso legítimo representante junto à máquina pública estadual”, comentou o prefeito Junior da Femac, acrescentando que o governador e o secretário tem viabilizado importantes ações e parcerias em favor de Apucarana.

Acompanhado do vice-prefeito Paulo Vital, Junior da Femac disse que o evento desta quarta-feira, em Curitiba, com a presença de prefeitos e representantes dos 399 municípios do Paraná, se transformou num momento de reconhecimento do trabalho do Secretário de Saúde Beto Preto à frente da saúde pública do Paraná. “O Beto Preto foi reconhecido por todas as lideranças pela sua competência e grande conhecimento na área”, assinalou o prefeito de Apucarana Junior da Femac.

continua após publicidade

O secretário municipal de saúde, Emídio Bachiega informa que parte dos recursos liberados (R$ 450 mil) serão destinados às obras de reformas e melhorias das Unidades Básicas de Saúde Raul Castilho (Núcleo João Paulo); Eros Pacheco (Núcleo Afonso Camargo); e Antônio Sacchelli (Jardim Colonial). Cada uma destas obras receberá um investimento de R$ 150 mil. Outros R$ 250 mil serão aplicados na ampliação da UBS Takaiti Miyadi (Núcleo Dom Romeu Alberti).

Apucarana vai receber ainda duas ambulâncias de suporte básico, para transporte de pacientes em tratamento (transporte sanitário), no valor de R$ 170 mil cada uma. Além de mais R$ 392.162,10 que serão utilizados em procedimentos de Média Complexidade Ambulatorial do Sistema Único de Saúde (SUS).