Apucarana

Apucarana pode ter primeira monja em templo budista

Sayuri Sakane deve assumir lugar do marido Wagner Bronzeri, recentemente falecido

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Apucarana pode ter primeira monja em templo budista
fonte: Da Redação

O Templo Budista Nambei Honganji pode ter sua primeira monja em Apucarana. Sayuri Sakane, de 55 anos, deve assumir a função que foi exercida pelo marido por quase 22 anos, o reverendo Wagner Bronzeri. Ele morreu aos 62 anos em 27 de março e, desde então, o cargo é ocupado interinamente pela esposa.

continua após publicidade

De origem italiana, Bronzeri chegou a Apucarana em 2000. Natural da capital paulista, ele era "gaijin" (que não é descendente ou japonês) e morreu após permanecer internado por seis dias no Hospital da Providência com um quadro de insuficiência hepática. Ele deixou dois filhos de um primeiro casamento.

A monja afirma que pretende continuar em Apucarana, mas ela precisa ser oficializada como titular do templo budista pela ordem Higashi Honganji, do qual a unidade do município pertence. Além de Apucarana, o Templo Budista Nambei Honganji abrange diversos municípios no eixo Apucarana-Maringá.

continua após publicidade

Natural de Maringá, Sayuri Sakane conta que a presença de mulheres à frente de templos não é comum, embora já tenha ocorrido em outras cidades pertencentes à ordem, como Cianorte. Apucarana, nesse caso, seguiria um caminho diferente mais uma vez, já que Wagner era apenas um dos dois monges "gaijins" da ordem. 

O Templo Budista Nambei Honganji, localizado na Vila Vitória, na região do bairro da Igrejinha, é um ponto turístico de Apucarana. O seu altar é uma réplica do Templo Higashi Honganji, de Kyoto, no Japão. Em posição de destaque em sua parte interna está uma imagem de Buda de aproximadamente um metro, na cor dourada, representando o ouro. Ao lado do portão de entrada, o campanário complementa a beleza arquitetônica do templo, abrigando um sino de bronze de 800 quilos confeccionado no Japão, instalado em 1963.

O atual Templo Budista Nambei Honganji foi inaugurado em 12 de outubro de 1994. A obra contou com o trabalho de um especialista nesse tipo de construção vindo do Japão. O templo foi montado sem pregos, apenas com encaixes, como é feito no Japão para suportar terremotos. A entrega da construção em 1994 também marcou os 40 anos de sua fundação em Apucarana. O atual templo substituiu o primeiro, inaugurado pelos descendentes japoneses em 26 de junho de 1954. O Templo Budista de Apucarana é um templo da tradição Jodo Shinshu ou Budismo da Terra Pura.

continua após publicidade

Em Apucarana, 180 famílias pertencem ao Templo Budista Nambei Honganji. No entanto, cerca de 20 participam ativamente das celebrações. São duas reuniões mensais e mais seis ritos anuais do budismo.

O presidente do Shinto-kai , associação formada por homens do templo, Keniti Ishida, não vê objeção na escolha de Sayuri Sakane para substituir o monge Wagner. No entanto, ele pondera que essa definição ainda dependerá da ordem, ou seja, precisa ser oficializada. 

Por Fernando Klein