Apucarana pede R$ 3 milhões à SEDU para revitalização do Mercado Municipal - TNOnline
Mais lidas

    Apucarana

    Obras

    Apucarana pede R$ 3 milhões à SEDU para revitalização do Mercado Municipal

    Apucarana pede R$ 3 milhões à SEDU para revitalização do Mercado Municipal
    Foto por Divulgação
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 23.11.2020, 11:59:56 Editado em 23.11.2020, 12:00:17
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A revitalização do Mercado Municipal de Apucarana poderá ser viabilizada com recursos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU). O assunto foi discutido na quinta-feira (19) pelo prefeito Junior da Femac, com o secretário João Carlos Ortega. No encontro, em Curitiba, o prefeito reeleito de Apucarana esteve acompanhado do seu vice-prefeito eleito Paulo Sérgio Vital, e do secretário de estado da saúde, Beto Preto que, na sua gestão, também trabalhou no projeto do mercado municipal.

    “Já temos o projeto pronto para modernização geral deste importante espaço, que existe em Apucarana há 57 anos. Estamos pleiteando a liberação de R$ 3 milhões à Secretaria de Desenvolvimento Urbano”, informou Junior da Femac. Ele lembrou que a construtora que fez o Mercado Municipal de Apucarana é a mesma que executou a obra do Mercado Municipal de Curitiba. “Aliás, os dois prédios têm o mesmo estilo arquitetônico, que deve ser preservado na revitalização”, citou.

    Na audiência, o secretário João Carlos Ortega disse que conhece o estilo de gestão do prefeito Junior da Femac, que valoriza o planejamento, apresenta bons projetos e atua com firmeza na execução. “Vamos estudar com carinho a demanda de Apucarana e, como sempre temos feitos boas parcerias com Apucarana, esperamos contribuir para consolidar a revitalização do Mercado Municipal”, comentou Ortega.

    Conforme anunciou o prefeito, tão logo sejam concluídas as obras no novo “Espaço das Feiras”, na Rua Talita Brezolin, a Prefeitura de Apucarana deve licitar e, em seguida, iniciar as obras de modernização do Mercado Municipal de Apucarana. “Primeiro vamos trabalhar toda a parte interna, para garantir mais conforto e segurança a todos os feirantes e a clientela em geral. Também vamos eliminar todo tipo de degrau e instalar equipamentos de acessibilidade”, revela Junior, assinalando que o projeto foi elaborado pelo Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan).

    A modernização prevê a regularização do piso existente, novas fachadas, mezanino com área gastronômica, nova modulação das lojas fixas, mais vagas de estacionamento, acessibilidade e nova infraestrutura (água, gás e esgoto), além dos tradicionais espaços de hortifruti e artesanato.

    O novo mercado municipal deve ganhar uma praça de alimentação, ponto de atendimento da prefeitura e uma iluminação diferenciada para o espaço. “O projeto está sendo desenvolvido pensando em segurança, acessibilidade, mobilidade, fácil manutenção, vigilância sanitária e integração com o Terminal Urbano”, destaca Junior da Femac, acrescentando que o Município também irá dar suporte financeiro para viabilizar a modernização das instalações.

    O projeto tem como referência o Mercado Municipal de Curitiba. “Nossa equipe visitou aquele espaço que, coincidentemente, foi construído pela mesma empresa que no início da década de 60 projetou o Mercado Municipal de Apucarana”, lembra Junior da Femac, citando os arcos em madeira que marcaram a arquitetura daquela época e que serão preservados.

    Além de preservar as características históricas do prédio, que tem área de cerca de 3 mil metros quadrados, o projeto promoverá a integração com o Terminal Urbano que centraliza o transporte coletivo de passageiros. “É um espaço histórico, tradicional, com grande fluxo de pessoas e que já tem uma clientela”, avalia Junior.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Apucarana pede R$ 3 milhões à SEDU para revitalização do Mercado Municipal"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.