Apucarana

Apucarana mantém abrigo no CEJU para moradores de rua

A Diocese de Apucarana irá doar cobertores para o trabalho de acolhimento da prefeitura.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Apucarana mantém abrigo no CEJU para moradores de rua
Apucarana mantém abrigo no CEJU para moradores de rua

Em Apucarana, a mobilização em torno das baixas temperaturas está sendo mantida desde a última onda de frio intenso registrada. Desde o dia 30 de junho, a prefeitura vem ofertando, sem interrupção, um abrigo no Centro da Juventude para moradores em situação de rua passaram a noite. O espaço foi viabilizado pela administração municipal e será mantido até o final do inverno.

continua após publicidade

A secretária de Assistência Social, Ana Paula Nazarko explica que durante o dia as equipes da Secretaria de Assistência Social percorrem a cidade com o objetivo de obter a adesão dos moradores de rua. A abordagem nos últimos dias também foi estendida a população indígena e de ciganos.

“São dias de muito frio que vamos enfrentar e estamos oferecendo toda a assistência a esses grupos de pessoas, seja de abrigo, de entrega de cobertores e outras necessidades que eles manifestam”, informa Ana Paula.

continua após publicidade

“Para aqueles que se recusarem ir para o abrigo vamos entregar cobertores, além de oferecer chá e chocolate quente nos locais em que se encontram. Temos os telefones 99654-7279 e o 153 da Guarda Municipal à disposição para quem quiser nos informar sobre alguém que precise do nosso serviço de acolhimento”, acrescenta a secretária de Assistência Social.

Ao procurar o prefeito Junior da Femac nesta terça-feira (27) para se inteirar das medidas de ajuda à população de vulneráveis nesta onda de frio, o bispo de Apucarana, dom Carlos José de Oliveira, confirmou que a diocese ajudará neste trabalho com a doação de cobertores para a Secretaria de Assistência Social.

AMP discute ações de socorro a moradores de rua no inverno

continua após publicidade

O prefeito Junior da Femac participou nesta terça-feira pela manhã de uma reunião virtual da Associação dos Municípios do Paraná (AMP) com o governo do estado, representado pelo secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva. O tema do encontro foi a onda de frio que vai atingir o estado a partir desta quarta-feira (28), discutindo as medidas que as prefeituras devem adotar para proteger as comunidades mais vulneráveis contra as baixas temperaturas.

O diretor-geral da Secretaria Estadual da Justiça, Família e Trabalho, Cristiano Meneghetti Ribas, emitiu nota técnica sobre o tema às suas equipes e afirmou que colaboradores da pasta estarão de plantão para orientar as prefeituras sobre a forma adequada de acolhimento das populações de vulneráveis.

Junior da Femac, que faz parte da Diretoria Executiva da AMP no cargo de segundo secretário, elogiou a mobilização organizada pelo presidente da AMP, prefeito de Jesuítas, Junior Weiller, sugerindo medidas de proteção das populações vulneráveis também sejam estendidas aos idosos “Os nossos idosos precisam de um cuidado especial nestes dias com frio que não vivenciávamos há muitos anos. A previsão para Apucarana é de temperatura entre 2 e 3 graus negativos na madrugada desta quinta-feira. Peço a população que cuide dos idosos de sua família”, alerta o prefeito.