Apucarana

Apucarana já soma 1,7 mil casos de coronavírus em maio

Número é 1.217% superior a abril; por outro lado, AMS diz que município não registra mortes há dois meses pela doença

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Apucarana já soma 1,7 mil casos de coronavírus em maio
fonte: Breno Esaki/Agência Saúde DF

A cinco dias do final do mês, Apucarana já soma 1.792 casos de covid-19 em maio. O número é 1.217% superior a abril, quando o município contabilizou 136 registros do novo coronavírus. Apesar da nova onda de confirmações da doença preocupar as autoridades de saúde, o número de internações e de óbitos segue em ritmo de queda.

continua após publicidade

A média de casos de covid-19 em Apucarana é de 69 por dia em maio. O cenário é bem diferente de abril, quando o índice ficou em 4,5 diagnósticos positivos diários.

Apesar do crescimento, maio está longe de ser o mês com mais registros da doença. Em janeiro, o município somou 8.675 casos e, em fevereiro, 5.674. O número caiu para 519 em março e 136 em abril, voltando a subir em maio. Nesta quinta-feira (26), o boletim da Autarquia Municipal de Saúde (AMS) trouxe 142 confirmações, elevando o número de diagnósticos positivos do novo coronavírus para 1.792 no mês. Desde o início da pandemia, em abril de 2020, o município soma 35.548 casos.

continua após publicidade

O número de mortes, no entanto, não está acompanhando o crescimento de casos para alívio das autoridades de saúde. Nesta quinta-feira, o boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa-PR) notificou uma morte por covid-19 em Apucarana, que teria ocorrido entre “4 de maio de 2021 e 24 de maio de 2022”.

Questionada pelo TNOnline, a Autarquia de Saúde informou que o último óbito em Apucarana ocorreu há exatamente dois meses. A vítima foi uma criança de 12 anos, que tinha anemia aplásica e edema cerebral. Ela morreu em 26 de março. Assim, esse caso já deve ter sido notificado pelo município anteriormente. 

Desde o início da pandemia, Apucarana já confirmou 548 mortes. Foram 4 em março, 32 em fevereiro e 7 em janeiro deste ano. Em abril, o município conseguiu zerar a mortalidade pela doença, o que vem se repetindo agora em maio.

continua após publicidade

O secretário de Saúde, Emídio Bachiega, assinala que o avanço de casos preocupa, mas observa que essa nova onda de confirmações não repercutiu nos óbitos e nas internações. Segundo o boletim desta quinta-feira, Apucarana tem duas pessoas internadas por covid-19 no Hospital da Providência.

“São 60 dias sem óbitos e o número de internações está baixo. É claro que é importante tomar todos os cuidados. A covid-19 ainda é uma doença perigosa. Por isso, se a pessoa estiver com sintomas gripais, é importante usar a máscara e procurar fazer o teste. No caso de confirmação, o paciente precisa ficar isolado por sete dias para que passe o tempo de contágio”, afirma o secretário.

Ele acrescenta que a vacinação é fundamental para evitar os casos mais graves. O secretário avalia como positiva a procura pela quarta dose. “Estamos conseguindo manter bons índices de vacinação”, diz. Mais de 68 mil doses de reforço e adicionais já foram aplicadas.

continua após publicidade

Bachiega também defende a reivindicação feita pelo governo do Paraná  de ampliar a vacinação para pessoas com menos de 60 anos, levada nesta quarta-feira (25) ao Ministério da Saúde. "Seria importante para reforçar a proteção dessa faixa etária", considera. Atualmente, a quarta dose está liberada apenas para pessoas com mais de 60 anos e profissionais da saúde. 

Por Fernando Klein

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News