Apucarana

Apucarana entrega premiação de concurso de fotografia; veja

Foram premiadas as 50 melhores imagens, nas categorias amador, profissional e foto aérea

Da Redação ·

Apucarana conheceu nesta terça-feira (19) os vencedores do 1º Concurso de Fotografia Irmo Celso Vidor. Foram premiadas as 50 melhores imagens, nas categorias amador, profissional e foto aérea. O concurso, que é uma realização da Secretaria de Promoção Artística, Cultural e Turística de Apucarana (Promatur), distribuiu R$ 20 mil em premiação e as fotos serão incorporadas ao acervo do Município.

continua após publicidade

O ato, realizado no Cine Teatro Fênix, contou com a presença do prefeito de Apucarana, Junior da Femac, que estava acompanhado do vice, Paulo Sérgio Vital. Também estiveram presentes Elisa Tiyoka Kagami e Renata Kagami Vidor, respectivamente, esposa e filha do fotógrafo homenageado pelo concurso, além de Mário Felipe Rodrigues, superintendente da Promatur, e o empreendedor turístico e membro do Conselho Municipal de Turismo, Rogério Carnasciali.

O prefeito destacou que a iniciativa é uma homenagem a Irmo Celso Vidor, fotógrafo que ganhou projeção nacional e que trabalhou em diversos veículos de comunicação de renome no País. “O concurso faz memória ao Irmo, em cima de algo que ele adorava, ou seja, exercitar o olhar e a arte através da fotografia. Quando vemos 60 fotógrafos participando de um concurso e que produziram 639 obras de arte, a gente vê que o espírito do Irmo Celso Vidor está em cada canto da cidade”, frisa Junior da Femac.

continua após publicidade

Ao mesmo tempo em que já anunciou a segunda edição do evento para 2022, Junior da Femac também afirmou que o concurso possui um viés simbólico. “Nós queremos que, assim como os fotógrafos, todos tenham a possibilidade de enxergar a cidade que foi sendo construída ao longo de 78 anos, de enxergar as belezas, as pessoas, as paisagens e as potencialidades de Apucarana”, reforça Junior da Femac.

A filha de Irmo Celso Vidor falou em nome da família, destacando que o evento também é importante para projetar Apucarana. “A gente vê que a cultura e o turismo vem crescendo em Apucarana e o concurso contribui para desenvolver isso junto à população. Analisando os pontos abordados, pudemos perceber a sensibilidade dos participantes e que existem formas diferentes de enxergar a beleza desses locais”, observa Renata Kagami.

Conforme o fotógrafo Edson Denobi Caldeira, que junto com Renata Kagami Vidor e Rodrigo Yoshiaki Hirata integrou a comissão avaliadora, foram observados na análise itens como relevância do tema, cultura e turismo em Apucarana, qualidade da imagem, representação do ponto turístico ou paisagem e seus elementos compositivos, além de questões como luz, enquadramento e criatividade.

continua após publicidade

Mário Felipe Rodrigues, superintendente da Promatur e que no ato representou a secretária Maria Agar, afirma que o concurso contou com a participação de 60 fotógrafos, entre profissionais e amadores. “Foram 20 prêmios para profissionais, no valor de R$ 500 por fotografia; 20 prêmios para amadores, no valor de R$ 250; e outros 10 prêmios, no valor de R$ 500, para fotos aéreas”, informa, acrescentando que as fotos vencedoras serão disponibilizadas no site da Prefeitura de Apucarana.

Entre os cenários e símbolos retratados no concurso estão a Praça Rui Barbosa e Catedral Nossa Senhora de Lourdes, a Praça Interventor Manoel Ribas, o letreiro “Eu Amo Apucarana” e o Parque Jaboti, Parque da Raposa, Bosque Municipal, igrejas do roteiro de turismo religioso, caminhada rural, Santuário São José, Museu do Café, painel da onça, Espaço das Feiras, além das andorinhas, capivaras, videiras em área de vinícola e várias imagens noturnas de Apucarana.