Apucarana

Apucarana cria centro público de promoção da saúde animal

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Apucarana cria centro público de promoção da saúde animal
fonte: Divulgação
Apucarana cria centro público de promoção da saúde animal

O prefeito Júnior da Femac anunciou nesta segunda-feira (15) a criação do Centro Municipal de Saúde Animal (Cemsa). Além de alterar a nomenclatura do Canil Municipal Recanto São Francisco de Assis, a iniciativa agrupa o Programa Municipal Mais Vida Animal, ampliando a oferta de castração gratuita de cães e gatos (machos e fêmeas) tutelados por famílias de baixa renda e inscritas no CadÚnico do Governo Federal, repasse periódico de ração a cuidadores independentes e tratamento médico veterinário a animais de rua, vítimas de abandono ou violência, através de clínicas particulares credenciadas.

continua após publicidade

Os detalhes operacionais do Centro Municipal de Saúde Animal (Cemsa) foram divulgados pelo prefeito Júnior da Femac em evento realizado na sala de imprensa da Casa da Cultura (Edifício Fênix). “Quando se fala em causa animal, falamos em vocação. Em Apucarana temos muitas pessoas vocacionadas e que agora terão um suporte ainda maior do poder público municipal através do Cemsa. O nosso canil, que já era referência, passa agora a ser um centro especializado, gerenciando um novo e ainda mais amplo sistema de saúde animal”, disse o prefeito.

Júnior frisa que o centro, que inicia as atividades oficialmente a partir do dia 5 de abril com um orçamento aprovado para este ano de aproximadamente R$500 mil, foi pensado, planejado e organizado desde o primeiro dia do mandato. “O advento da pandemia reforçou ainda mais a necessidade de ampliarmos as ações públicas dentro da política de cuidado e bem estar animal e chegamos ao “Mais Vida Animal”, que além de toda a atenção aos animais, proporciona um amparo ainda maior aos cuidadores independentes e famílias carentes de nossa cidade”, pontuo o prefeito, assinalando que a iniciativa também engloba a educação ambiental. “No pós-pandemia vamos levar palestras aos nossos alunos, promovendo a conscientização sobre a proteção animal junto às novas gerações”, informou o prefeito, assinalando que tem dedicado 2/3 do tempo ao combate à pandemia. “O tempo restante permaneço cuidando do que é importante para nossa população, da cidade como um todo”, disse Júnior da Femac.

continua após publicidade

Além da Autarquia Municipal de Saúde (AMS), o Programa Mais Saúde Animal contará com envolvimento das secretarias Municipais de Meio Ambiente, Assistência Social e Gestão Pública, Polícia Militar do Paraná (PM/PR) e Guarda Civil Municipal (GCM). O cadastramento para castração gratuita será feito a partir dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS). “Para ter direito ao benefício a pessoa deverá estar cadastrada no CadÚnico e ter renda familiar mensal de até meio salário-mínimo por pessoa. O número de castração também é limitada a duas ao ano por família”, explica Luan Rafael da Silva Santos, coordenador do Cemsa.

Segundo ele, a iniciativa encabeçada pelo prefeito Júnior da Femac coloca Apucarana na lista dos municípios brasileiros que mais protege a vida animal. “Um centro público de saúde animal era um sonho de todos os protetores de Apucarana”, disse Santos, frisando que o banco de ração para protetores independentes e os cuidados veterinários já eram práticas do canil mais que agora serão ampliados com destinação de mais recursos dentro do orçamento e com aprovação dos vereadores.

O ato de anúncio da criação do Cemsa contou ainda com a presença do vice-prefeito Paulo Sérgio Vital, do vice-presidente da AMS, Emídio Bachiega, dos secretários Municipais Gentil Pereira (Meio Ambiente), Ana Paula Nazarko (Assistência Social), Nicolai Cernescu Júnior (Gestão Pública), dos vereadores Marcos da Vila Reis, Mauro Bertoli e Jossuela Pinheiro, do subcomandante do 10º BPM, Major Marcos José Fácio e do comandante da GCM, Alessandro Pereira Carletti.

continua após publicidade

“A saúde animal é algo muito importante. No setor de saúde temos uma grande preocupação sobre isto, dentro do controle de zoonoses. Um animal saudável não vai colocar a saúde do seu tutor ou da coletividade em risco, pois há doenças oriundas dos animais que podem levar uma pessoa à morte”, destacou Bachiega.

A secretária Ana Paula Nazarko também enalteceu a criação do centro municipal. “O trabalho com famílias em situação de vulnerabilidade envolve ações que despertem o sentimento de pertencimento. E por vezes, por falta de condição financeira, muitas famílias não conseguem dar o devido atendimento veterinário ao seu animalzinho, que também faz parte da família. Essa iniciativa do prefeito Júnior da Femac é uma grande ação de valorização que está dizendo: você e seu animalzinho são muito importantes e terão todo o cuidado do poder público municipal. A pessoa, por mais humilde que ela seja financeiramente, através desta ação da prefeitura terá para o seu cachorro ou gato acesso ao mesmo cuidado que o animal de seu patrão, em uma grande política pública de promoção do sentimento de pertencimento, de elevação da qualidade de vida da população”, contextualizou Ana Nazarko, secretária Municipal da Assistência Social.

Tags relacionadas: #animal #Apucarana #SAÚDE