Mais lidas

    Apucarana

    Aos 34 anos apucaranense 'larga tudo' para ser padre

    Aos 34 anos apucaranense 'larga tudo' para ser padre
    Foto por Reprodução
    Aos 34 anos apucaranense 'larga tudo' para ser padre
    Foto por Reprodução
    Aos 34 anos apucaranense 'larga tudo' para ser padre
    Foto por Reprodução
    Aos 34 anos apucaranense 'larga tudo' para ser padre
    Foto por Reprodução
    Aos 34 anos apucaranense 'larga tudo' para ser padre
    Foto por Reprodução
    Aos 34 anos apucaranense 'larga tudo' para ser padre
    Foto por Reprodução
    Aos 34 anos apucaranense 'larga tudo' para ser padre
    Foto por Reprodução
    Aos 34 anos apucaranense 'larga tudo' para ser padre
    Foto por Reprodução
    Aos 34 anos apucaranense 'larga tudo' para ser padre
    Foto por Reprodução
    Aos 34 anos apucaranense 'larga tudo' para ser padre
    Foto por Reprodução
    Escrito por Silvia Vilarinho
    Publicado em 17.02.2021, 20:34:17 Editado em 17.02.2021, 20:32:35
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Aos 34 anos, Wilian Marzagão deixou o emprego, a rotina que tinha com familiares e amigos para seguir sua vocação. Ele entrou para o seminário, quer ser padre, e garante que não tem idade para começar algo novo. 

    O apucaranense conta que sempre foi ligado à igreja, mas não tinha vontade de ir para o seminário. Porém, quanto mais participada dos grupos de jovens, das pastorais, dos encontros, das missas,  percebeu que algo foi mudando. "Percebi que queria ser padre, e  ao receber o convite de uma pessoa, depois dela ter feito diversas perguntas sobre minha vida pessoal, e no fim da conversa ela disse: venha ser padre, vamos fazer uma experiência no seminário, falamos sobre medos e insegurança, pedi pra rezar por mim, e essa pessoa também pediu para que eu visitasse Jesus no sacrário e pedisse pra ele ir tirando esse meus medos e pudesse abri o coração pra ouvir a voz de Deus. Depois daquele dia, comecei a ficar incomodado, e comecei a fazer o que ele havia pedido sempre que passava perto de uma Igreja ou quando ia à Missa, e daí falei com ele e o mesmo pediu pra entrar em contato com o Reitor do seminário Pe. Leandro e com a secretária Silvia, para que pudéssemos fazer um acompanhamento mesmo estando na Pandemia. E no final de outubro, concluímos que foi de suma importância essa minha renúncia à tudo o que eu tinha, para que eu pudesse estar aqui hoje, iniciando esta minha caminhada no Propedêutico para buscar minha verdadeira vocação, na esperança e confiança em Deus que seja o sacerdócio", explica. 

    Para Wilian a decisão de 'largar tudo' foi bastante difícil, mas a melhor que ele tomou. "Com certeza foi muito difícil, mas não impossível. Mesmo sendo solteiro, ajudava nas despesas de casa, trabalhava numa empresa magnífica com pessoas extraordinárias, tinha meus trabalhos pastorais na Igreja, os amigos e principalmente a família, e a diversão e liberdade, e foi preciso renunciar para que hoje pudesse estar aqui de coração aberto e sincero, buscando ouvir a voz de Deus e de Jesus o bom Pastor, sobre minha vocação", disse.

    Wilian quer seguir no seminário, sua vocação e ser ordenado padre. Aos mais jovens ele deixa um recado. " Meus planos? Bom, pertence à Deus, mas pela minha vontade, é depois de todo tempo necessário de formação, ser ordenado um Sacerdote segundo o Coração de Jesus e da Virgem Maria, para que eu seja um instrumento de Deus na vida do povo, ao qual me confiarão. Aos jovens, apenas uma frase, na qual Jesus repetiu mais de 350x na bíblia de formas diferentes: "Não tenhais medo" O medo faz parte, e é necessário, mas através do equilíbrio, conseguimos lidar com esses medos. As meninas jovenzinhas, também podem fazer uma experiência com as Irmãs Servas Missionárias da Palavra em nossa Diocese", finaliza. 

    Um seminarista passa por um processo de formação que dura no mínimo oito anos. A primeira etapa é o Propedêutico, que é a fase inicial dos estudos, depois são três anos de Filosofia e quatro de Teologia. 

    Após os estudos teológicos vem o ano pastoral, antes da ordenação o seminarista precisa ser admitido as ordens sagras e receber os ministérios de leitor e acólito, depois é ordenado diácono transitório e então padre. 


     

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Aos 34 anos apucaranense 'larga tudo' para ser padre"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.