Apucarana

Alunos do NRE embarcam para intercâmbio no Canadá

Os quatros estudante selecionados são de Apucarana, Arapongas, Rio Bom e Novo Itacolomi

Da Redação ·

Quatro alunos de Apucarana, Arapongas, Rio Bom e Novo Itacolomi embarcam nesta quarta-feira (9) para o Canadá durante intercâmbio do programa 'Ganhando o Mundo', da Secretaria do Estado da Educação do Paraná.

continua após publicidade

Entre os 100 estudantes selecionados no estado, estão Andrei, Diogo, Camila e Júlia. A seleção para participar do projeto, que tinha como critério as notas e a frequência do aluno durante o ano letivo de 2020, ocorreu em duas etapas.

Na primeira, foram classificados 363 estudantes, representando municípios do Paraná. Já na segunda etapa e final, foram selecionados os 100 alunos com as maiores notas. Para Vladimir Barbosa da Silva, o chefe do Núcleo Regional da Educação (NRE), de Apucarana, é uma honra a cidade ser representada pelo quarteto.

continua após publicidade

"Estamos orgulhosos de ter alunos tão talentosos e esforçados neste programa. Neste domingo (6), nos reunimos com os selecionados e suas famílias para fazer uma despedida antes da viagem marcada para esta quarta-feira (9). O clima é de muita alegria", complementa. 

Conforme Vladimir, os estudantes seguiram nesta segunda (7) para Curitiba, fazem exame da Covid-19 e ficam em um quarto de hotel isolados até quarta (9), quando embarcam para o Canadá na companhia de um representante do NRE. 

"No país norte-americano, eles serão recebidos por famílias locais através de uma parceira, que antes era feita pelo Rotary Club, mas que agora é realizada pela Secretaria do Estado. Boa sorte para esses alunos dedicados que estão ganhando o mundo", comemora. 

continua após publicidade

Mudança no roteiro

Por conta da pandemia da Covid-19, o estudante apucaranense Diogo Bettin Dutra dos Reis, de 15 anos, que a princípio iria para Nova Zelândia, é um dos integrantes que embarcam para o Canadá nesta quarta (9). Apesar de ter nascido em Apucarana, o jovem vive atualmente em Novo Itacolomi. 

"Em virtude da covid, a Nova Zelândia não permitiu a entrada em virtude da pandemia. Por isso, o Diogo também vai viajar para o outro país junto dos demais estudantes", explica Vladimir.

Matéria escrita por Fernanda Neme.