Apucarana

Alunos da rede municipal de Apucarana recebem aparelhos ortodônticos

Trezentos e três alunos da rede municipal de ensino estão sendo atendidos pelo Programa de Ortodontia da Prefeitura de Apucarana

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
O prefeito Junior da Femac lembra que a colocação de aparelhos ortodônticos nas crianças das escolas municipais havia sido iniciada antes da pandemia
fonte: Reprodução
O prefeito Junior da Femac lembra que a colocação de aparelhos ortodônticos nas crianças das escolas municipais havia sido iniciada antes da pandemia

Trezentos e três alunos da rede municipal de ensino estão sendo atendidos pelo Programa de Ortodontia da Prefeitura de Apucarana. O tratamento de correção da posição dos dentes visa atender de forma totalmente gratuita alunos de 9 a 11 anos das 36 escolas municipais e está sendo executado pela Autarquia Municipal de Saúde (AMS) através do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO).

continua após publicidade

A iniciativa, inédita no município e que é realizada em poucas cidades do país, instalou o aparelho ortodôntico em 163 estudantes e outros 140 na fase de documentação ortodôntica ou instalação dos aparelhos. O atendimento inclui a manutenção mensal (ajustes no aparelho), ou seja, o acompanhamento padrão para que o tratamento tenha êxito.

Até o momento foram beneficiados alunos das escolas Marcos Freire, Marilda Noli, Osvaldo Santos Lima, Maria Madalena Coco, Plácido de Castro, José Brasil Camargo, Doutor Edson Giacomini e Monsenhor Arnaldo Beltrami.

continua após publicidade

O prefeito Junior da Femac lembra que a colocação de aparelhos ortodônticos nas crianças das escolas municipais havia sido iniciada antes da pandemia. “Na época, conseguimos atender sessenta e três crianças e, por conta da pandemia do coronavírus, foi preciso parar com o programa”, relata.

Nesta nova fase, Junior da Femac diz que o programa alcançou trezentas crianças. “Trata-se de uma iniciativa nossa. Queremos ver as crianças com melhor mastigação e um belo sorriso”, frisa o prefeito.

“O Programa de Ortodontia já chegou em 8 escolas, mas o atendimento será levado aos 36 estabelecimentos da rede municipal de ensino de nossa cidade”, garante o secretário municipal da saúde, Emídio Bachiega.

continua após publicidade

Bachiega destaca a importância e os benefícios do tratamento ortodôntico. Ele explica que a má posição dentária pode causar vários problemas que vão muito além da aparência estética. São problemas fonoaudiológicos e na articulação, dor de cabeça, dor na região orofacial e até dor de dente.

O ponto de partida do atendimento acontece nas escolas com a triagem dos alunos dentro da faixa etária de 9 e 11 anos, a cargo de dentistas com especialidade em ortodontia. Nesse momento é avaliado quem necessita do tratamento ortodôntico. O próximo passo é o envio de um comunicado aos pais solicitando a autorização para o filho realizar o procedimento odontológico.

A seguir, os responsáveis pelas crianças devem providenciar toda documentação ortodôntica, como radiografia e fotografia, sempre com a orientação da equipe da saúde e também sem custo algum para a família do aluno beneficiado.

continua após publicidade

O Programa de Ortodontia é uma parceria da Autarquia Municipal de Saúde e Autarquia Municipal de Educação, custeado com recursos municipais e de dois programas do governo federal: Saúde na Escola e o Brasil Sorridente.

Maria das Dores Gomes, avó e responsável por Maria Eduarda de Oliveira, 9 anos, aluna do 4º ano da Escola Municipal Edson Giacomini, acompanhou hoje à tarde a neta para primeira manutenção do aparelho da parte superior da arcada dentária e instalação do aparelho na parte inferior. “Minha neta tem os dentes tortos e precisava muito desse tratamento. Não tínhamos condições de pagar por isso. Ela está muito feliz. A autoestima dela melhorou muito”, relata Maria da Dores.

Não escondendo a ansiedade para instalar, também na tarde desta terça-feira, o aparelho ortodôntico, Giovana Vieira Machado, de 10 anos, aluna da Escola Municipal Marilda Noli, estava acompanhada da mãe Simone Vieira Machado. “Sabemos que esse tratamento é caro e essa é uma oportunidade maravilhosa que muitos pais esperam para corrigir os dentes dos seus filhos. Esse programa era tudo que precisava para atender essa necessidade da minha filha”, afirma Simone.

A secretária de Educação, Marli Fernandes, define como de extrema importância, além do aprendizado, o cuidado da saúde dos alunos. “O programa de aparelhos ortodônticos é uma grande parceira da Educação e da Saúde do município. A criança com a dentição na posição correta vai falar melhor e ter dicção melhor. Ajuda na leitura e no seu desenvolvimento em línguas, entre outros benefícios”, avalia Marli Fernandes.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News