Apucarana

Água: furto afeta abastecimento em Apucarana e Aricanduva

Confira os principais bairros de Apucarana afetados pelo desabastecimento

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Água: furto afeta abastecimento em Apucarana e Aricanduva
fonte: Pixabay\ ilustração
Água: furto afeta abastecimento em Apucarana e Aricanduva

A Sanepar informou devido ao furto de equipamentos elétricos nas elevatórias que abastecem a região Norte de Apucarana e o distrito Aricanduva, em Arapongas, haverá desabastecimento de água nestes locais nesta quinta-feira (30). As equipes de manutenção trabalham para repor os equipamentos, mas ainda não há previsão para conclusão do serviço.

continua após publicidade

Os principais bairros de Apucarana afetados são: os jardins Alvorada, Nakayama e Ouro Verde, núcleos habitacionais Marcos Freire e Mathias Hoffman, Recanto Mundo Novo, vilas Kaori e Planalto, partes dos jardins Ponta Grossa e Marissol, atendidos pelo Poço 21; jardins Cidade Educação, Garcia, Paraná, loteamentos Central, Heitor Pinheiro e Sanches dos Santos, núcleos habitacionais Dom Romeu, Djalma Mendes de Oliveira, João Goulart e Vale Verde, residenciais Cidade Educação e Mega Park, parques Raposa I e II e vila Montreal, zona baixa atendida pelo Raposa; Cidade Alta, jardim Pinheiros, núcleos habitacionais Afonso Camargo e das Indústrias, parques Bela Vista, Indústria das Confecções, Industrial Norte, recantos Bom Retiro e dos Palmares e os residenciais Itália, Parque das Araucárias e Três Reis, zona alta atendida pelo Raposa.

"A população deve fazer uso racional da água e adiar limpezas pesadas nos imóveis, lavagem de carros ou qualquer outra atividade que gere alto consumo. Conforme recomendação da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), a Sanepar sugere que cada imóvel tenha uma caixa-d’água de pelo menos 500 litros. Assim, é possível ter água por 24 horas, no mínimo. O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula", informou a Sanepar. 

continua após publicidade