Apucarana

Acusado de tentar pôr fogo na esposa vai para regime aberto

Defesa conseguiu desclassificar acusação de tentativa de feminicídio para vias de fato em Apucarana

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Acusado de tentar pôr fogo na esposa vai para regime aberto
fonte: Da Redação

O homem de 57 anos acusado de tentar atear fogo no corpo da esposa foi condenado a 21 dias de prisão em regime aberto durante júri nesta quarta-feira (20) no Fórum Desembargador Clotário Portugal. A defesa de Mardem Alberto Pereira da Silva conseguiu desclassificar a acusação de tentativa de feminicídio e ele foi julgado - e condenado - por vias de fato.

continua após publicidade

O caso de violência doméstica ocorreu em 8 de janeiro de 2020 no Jardim Ponta Grossa. A agressão aconteceu na frente dos filhos do casal. Segundo a denúncia do Ministério Público (MP), o acusado jogou álcool no corpo, no rosto e nos cabelos da companheira. Depois, tentou atear fogo na mulher, mas o isqueiro falhou e ela conseguiu fugir. 

Após o júri, o acusado foi solto e cumprirá a pena de 21 dias em regime aberto.