Acidentes de trânsito caem até 26% em Apucarana e Arapongas - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Região

Acidentes de trânsito caem até 26% em Apucarana e Arapongas

Foto por Arquivo TN
Escrito por Aline Andrade
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Os números do ‘Placar da Vida’ revelam uma queda considerável no número de acidentes de trânsito registrados nos dois maiores municípios da região no período de janeiro a agosto deste ano. Em Apucarana e Arapongas foram menos acidentes e feridos no período no comparativo com o mesmo período do ano passado.

Em Arapongas, no ano passado, foram 728 acidentes contra 532 neste ano, uma redução de 26%. Acompanhando a redução de acidentes, o número de feridos caiu 27,6%, passando de 438 no ano passado para 317. De acordo com o secretário de Segurança e Trânsito de Arapongas Paulo Sergio Argati, a pandemia pode ter influenciado os números.

“Acredito que a diminuição dos acidentes tem a ver com a quantidade menor de veículos circulando nas ruas no período mais crítico de isolamento social. Aliado a isso, também poderia destacar um trabalho significativo na melhora da sinalização da cidade e também das fiscalizações de trânsito. Realizamos um trabalho conjunto com a polícia militar identificando os locais com maior ocorrência de acidentes e aumentamos a presença física dos agentes ali”, destacou.

Mesmo com a queda nos acidentes, o número de mortes ficou um pouco acima do que no ano passado: de 5 registros no ano passado, passou para 6 este ano. Para o secretário esses números não representam omissão do poder público. “Percebemos que na maioria dos casos se trata de fatalidade mesmo, e apesar de lamentarmos qualquer óbito que ocorra em nossa cidade, podemos dizer que não houve um aumento expressivo”, disse o secretário.

As motocicletas continuam sendo um fato de preocupação no trânsito araponguense. Dos 532 acidentes registrados no ano, 285 tiveram envolvimento de motos, o que representa 53% do total. Para o secretário, o perfil da cidade contribui para este número. “Nossa cidade tem hoje quase 20 mil motocicletas registradas, um número grande, e o fato de nossa cidade ser bastante plana e bem sinalizada, faz com que alguns motociclistas acabem desenvolvendo uma velocidade maior nas vias e se envolvendo em acidentes”, considerou Argati.

Apucarana

Em Apucarana o trânsito também está menos violento neste ano. Foram 637 registros de acidentes de janeiro a agosto de 2019 contra 543 neste ano, uma queda de 14%. As motocicletas representam 47% do total de acidentes registrados. A queda no número de óbitos é mais expressiva: foram 7 mortes no trânsito no ano passado contra 2 este ano. O número de feridos também recuou, passando de 390 para 281 vítimas, uma queda de 28%.

Para o superintendente Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan) Carlos Mendes os investimentos em infraestrutura aliados a menor circulação de veículos por conta da pandemia influenciaram a queda.

“Destaco as melhorias em sinalização e iluminação em toda a cidade como ponto crucial para a redução de acidentes e mortes, pois essa infraestrutura naturalmente aumenta a segurança no trânsito. É claro que a pandemia também pode ter influenciado, já que a circulação de pessoas nas ruas também diminuiu. Sobre as motocicletas, elas são alvo da atenção das autoridades por ser um veículo onde o condutor fica mais exposto, sofrendo as piores consequências de acidentes. Operações direcionadas para reduzir acidentes com motocicletas estão sendo realizadas com bastante frequência, tanto por parte da PRF, PM e município”, argumentou Mendes.

Deixe seu comentário sobre: "Acidentes de trânsito caem até 26% em Apucarana e Arapongas"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.