Apucarana

IML ganha reforço na região de Apucarana

Da Redação ·
IML ganha reforço na região
fonte: N.D.
IML ganha reforço na região

O Governo do Estado inicia a melhoria no trabalho do Instituto Médico Legal (IML). Com a contratação temporária de servidores os procedimentos para exames de necropsia, lesões corporais, violência sexual devem acontecer com maior agilidade. A admissão dos aprovados no Processo de Seleção Simplificado (PSS) deve acontecer nos próximos 30 dias. Antes de assumir o cargo, os selecionados devem passar por treinamento, já que para algumas pessoas, apesar de capacitação prévia no serviço de saúde, vai ser o primeiro contatos com a dura e triste realidade num IML. Neste órgão é preciso ter aptidão. O IML do Paraná sofre com o crônico sucateamento de equipamentos e a falta de funcionários. Por consequência, em alguns municípios a liberação de corpos, pode demorar mais de 12 horas.

continua após publicidade

Até hoje o IML do Paraná sofre com o sucateamento de equipamentos e a falta de funcionários. O IML de Apucarana, por exemplo, atende a 28 municípios com o acúmulo de cerca de 1 mil laudos a serem emitidos. Tem apenas dois funcionários administrativos, dois auxiliares de necropsia e dois médicos legistas. Agora deve chegar a cinco médicos, já que um deve ser contratado em cargo comissionado. “A maior dificuldade hoje é na parte burocrática. Na confecção da papelada. Tem exames de lesão para DPVAT que estão sendo agendados para 2013. Isto porque os laudos de interesses judiciais tem prioridade e sobrepõe os de interesse particular. O funcionário responsável por preencher a documentação está levando serviço para casa, para dar andamento”, diz o supervisor do IML e auxiliar de necropsia José Jerônimo dos Santos.

continua após publicidade

(Leia matéria completa na edição de domngo (03) da Tribuna do Norte - Diário do Paraná